O que é Off Road

O Que é Off Road? Saiba Tudo Sobre o Assunto Aqui

Se você tem um espírito aventureiro e aprecia a natureza, é muito provável que já saiba o que é off road.

Em termos práticos, esses carros, motocicletas e, até mesmo, caminhões, são modelos adaptados para “aguentarem o tranco” de atividades realizadas em locais que não contam com as mesmas facilidades existentes em estruturas urbanas.

Há, no mercado, os mais diferentes modelos e marcas off road. Todos apresentam características específicas e destinadas a garantir que os motoristas encarem os mais radicais obstáculos, como pedras, lamas e buracos.

O que é “off road”?

O que é off road?
Fonte: Superinteressante

Originário da língua inglesa, o termo “off road” pode ser traduzido, literalmente, como “fora de estrada”. Entretanto, o conceito transcende o seu significado literal.

Apesar de ser muito utilizado para designar quaisquer práticas realizadas fora da pavimentação asfáltica e, habitualmente, em locais de difícil acesso, os veículos de aventura nem sempre apresentam as características adequadas.

Seja como for, desde os iniciantes até os maiores entusiastas da prática, o termo “off road” é capaz de reunir todos os adeptos sob o prisma da liberdade e dos desafios que as estradas de terra oferecem.

Quais veículos são utilizados?

Normalmente, as competições off road utilizam veículos como UTV (ou “side by side”, um multitarefas com estrutura e funcionamento semelhante ao dos quadriciclos), os caminhões, as motocicletas, as caminhonetes e os carros.

Vale enfatizar, mais uma vez, que existem diferenças importantes e muitas regras a distinguir, desde uma perspectiva conceitual, as práticas amadoras das competições profissionais.

Por exemplo, durante as expedições realizadas aos finais de semana, os motoristas devem contar com os mais variados itens que o auxiliarão a enfrentar os desafios das estradas – porém, são os adeptos que definem as rotas.

Modalidades e competições

Voltada, principalmente, para as categorias que integram os veículos citados, esse tipo de competição tem se multiplicado pelo mundo.

O evento mais famoso, em nosso país (que, também, está entre os maiores do mundo), é o popular “Rally dos Sertões”.

Há destaque, ainda, para o célebre Rally Paris Dakar, que é tido como o mais desafiador e famoso de todo o planeta.

Em relação às modalidades, existem imensas variações: entre as mais praticadas, mencionados o Rally de Velocidade, o Rally de Regularidade e o Rally Cross Country.

Cross Country

O Cross Country é considerado uma das mais desafiadoras modalidades. Trata-se de um teste de resistência – tanto para o motorista quanto para a máquina. O objetivo, funcionando nesses moldes, é superar os obstáculos naturais.

Por esse motivo, o Cross Country exige os veículos mais robustos possíveis. Sob o mesmo ponto de vista, a conclusão do circuito completo desses desafios representa, sem dúvidas, uma grande vitória.

Rally de velocidade

Quando se trata de velocidade, a meta é clara: o vencedor sempre é aquele que chega primeiro, não é mesmo?

Bem como todas as demais modalidades, equipamentos de segurança, como luvas, macacões e capacetes são obrigatórios, merecendo especial atenção, dado o grau desse desafio.

Os rallys de velocidade, portanto, são provas absolutamente competitivas, nas quais é aconselhável se dedicar para superar o nível dos “amadores”.

Caso contrário, você irá “comer poeira”.

Rally de regularidade

Diferentemente das modalidades que priorizam a velocidade, no rally de regularidade, a precisão é o elemento mais importante.

É fornecido, aos competidores, uma planilha específica e as informações detalhadas devem ser seguidas à risca.

Para muitas pessoas, o rally de regularidade funciona como uma “porta de entrada” para as competições off road.

Nessas atividades, os carros não exigem tantos ajustes quanto no Cross Country.

O que é necessário para entrar no chamado “mundo off road”?

Mesmo se você ainda não está participando ativamente das competições profissionais off road, mas, tem vontade de fazê-lo, saiba que é preciso começar de alguma forma.

Para além dos investimentos em veículos próprios, é fundamental planejar as suas próximas ações.

Nesse sentido, você deve estudar os desafios e as trilhas que serão encaradas fora de estrada, além de realizar, constantemente, a manutenção do seu veículo, especialmente, antes de entrar em prática.

Lidar com imprevistos e obstáculos

Para lidar bem com imprevistos e obstáculos, é crucial que o seu veículo seja um legítimo off road, possuindo, de preferência, tração nas 4 rodas e a robustez característica destes carros.

Leve em consideração que, para superar tantos desafios, é necessário estar preparado para qualquer eventualidade, como derrapagens e atolamentos.

Quanto ao veículo, ele precisa ser resistente a declives e aclives (a tração 4 x 4, aliás, se destaca por ter características especificamente projetadas para essas práticas).

Todavia, você deve conhecer os itens essenciais para o sucesso de uma aventura genuinamente off road.

Ou seja, não saia com o carro sem dispor de cintas de reboque e prancha de desatolamento. A posse de equipamentos desse tipo impedirá que você “fique na mão”.

Utilizar as tecnologias a seu favor

Nunca saia com o seu veículo off road sem garantir a proteção oferecida pelas novas tecnologias.

Ao lado dos kits para os primeiros socorros e demais itens de sobrevivência, lembre-se do equipamento que o auxiliará na definição de saídas e de rotas: o GPS!

De fato, caso esteja interessado na adesão ao espírito da aventura off road, comece os seus primeiros trechos fora de estrada, encarando os obstáculos iniciais.

Nesse sentido, é relevante dar seu primeiro passo ao cursar atividades que são ministradas pelos especialistas ou investir em diversas expedições organizadas em todo o país.

Características dos veículos off road

Características dos veículos off road
Fonte: Doutor Multas

Ao encarar uma trilha, não é aconselhável dirigir um carro inapropriado. Muito mais do que adrenalina e coragem, você necessitará de um veículo que seja classificado como off road.

Com efeito, ele conferirá todo o suporte necessário e, sobretudo, segurança para essas atividades.

Nos terrenos adversos, é indispensável conhecer as características primordiais que diferenciam um veículo off road dos carros feitos para rodar em estruturas dos grandes centros urbanos.

A seguir, abordamos algumas das principais. Confira!

Tração 4×4

A tração nas quatro rodas é uma função indispensável para os condutores que trafegam por solos irregulares.

Primeiramente, ela distribui eficazmente a potência do motor a todos os pneus dos veículos.

Essa tração serve para incrementar a capacidade nesse tipo de situação, propiciando maior aderência.

Ela opera, fundamentalmente, para transferir as rotações do motor, a fim de engatar o eixo dianteiro para o traseiro.

Há modelos off road em que essa função é ativada mediante uma alavanca ou botão, sempre que necessário.

Marcha reduzida

É simplesmente inviável, sem a marcha reduzida, encarar descidas íngremes. A caixa de transferência é a responsável por fornecer essa característica aos veículos, mediante um interessante conjunto de engrenagens.

Estas operam para elevar a potência do motor, assegurando o controle da tração sem comprometer a suavidade. Em um off road, portanto, a marcha reduzida possibilita com que o veículo supere diversos obstáculos – como os atoleiros.

Ele permite, também, manter a aderência nos terrenos mais arenosos, evitando capotagens, deslizamentos e, até mesmo, os mais distintos tipos de acidentes que, de outro modo, poderiam ocorrer.

Suspensão reforçada

Essa suspensão é de um tipo mais robusto, sendo indispensável para quem deseja superar terrenos irregulares e vencer os trancos mais intensos.

Ainda mais relevante: a suspensão dos modelos off road são formadas por molas helicoidais ou semielípticas, Duplo A e barras estabilizadoras.

Acima de tudo, a suspensão reforçada serve para dar mais estabilidade aos veículos off road, minimizando as vibrações que são causadas em terrenos extremos e acidentados.

Bloqueio do diferencial

Este mecanismo viabiliza a rotação nas rodas dos veículos (articulando cada uma de acordo com as suas respectivas velocidades).

Isto é, o equipamento chamado bloqueio do diferencial opera sempre que a roda perde a aderência.

O sistema, basicamente, trava o diferencial, permitindo que os pneus entrem na mesma rotação.

Isso permite que as rodas que entram em contato direto com o solo coloquem o carro em movimento até que elas estejam suspensas e retornem à aderência original.

Pneu off-road

Estes pneus são fabricados de acordo com características específicas, tais como sulcos mais aprofundados, cuja missão é oferecer maior aderência para os veículos que transitam em solos irregulares.

Nesse ínterim, tal funcionalidade propicia, por exemplo, uma boa remoção de lama, contribuindo significativamente para a passagem dos carros por áreas atoladas ou pantanosas.

Separamos uma lista de ótimos pneus off-road.

Altura do veículo

Para serem considerados eficientes, os veículos off road devem manter uma altura adequada em relação ao chão.

Dessa maneira, é possível percorrer as descidas e as subidas sem, para tanto, permitir que as irregularidades dos obstáculos causem danos aos para-choques dos carros.

Após conhecer os aspectos essenciais de um bom veículo off road, convém ficar atento à necessidade de realizar manutenções periódicas.

Afinal de contas, não é viável encarar as situações extremamente difíceis sem, inicialmente, conferir se o seu veículo se encontra em perfeitas condições.

Principais dicas para guiar carros off road

O que é Off Road
Fonte: AutoPapo

Conforme mencionado, ter um veículo off road é imprescindível para a superação dos limites de quaisquer aventuras.

Quem aprecia os esportes práticos na natureza, deve ficar atento às especificidades dos carros e, ainda, a algumas sugestões para a direção off road.

Situações de subida

Para impedir que o veículo “patine”, você não deve acelerar em demasia, pois isso fará com que o seu carro derrape ainda mais.

Nessas ocasiões, o mais indicado é efetuar leves movimentos (praticamente, em zigue zague) com o volante, de modo que as partes que estiverem mais limpas dos pneus consigam entregar os níveis necessários de estabilidade ao automóvel.

Situações de descida

Visando evitar capotagens e até deslizamentos, é altamente recomendável evitar pisar no freio.

Nessas situações, é indicado utilizar a marcha, controlando, com o acelerador, a tração. Tal medida confere maior suavidade à direção.

Trechos com pedras e arenosos

Os especialistas recomendam, para certas situações, uma calibragem de pneus mais baixa. Essa medida aprimora as condições de flutuação, melhorando a tração do veículo.

Aliás, a calibragem pode variar segundo a necessidade e, também, em consonância com o modelo do veículo off road. Fique atento: uma baixa calibragem faz com que os pneus sejam mais suscetíveis a furos e rasgos.

Por esse motivo, convém redobrar os cuidados, tendo sempre à mão algum equipamento para a calibragem. Desse modo, você estará preparado para superar qualquer situação adversa.

Trechos alagados

Os carros off road contam com limites de segurança, justamente para lidar com esse tipo de situação. De modo geral, esses limites podem ser medidos a partir da performance das rodas.

Contudo, antes de prosseguir, é necessário conferir a altura do alagamento no trecho em questão. Para isso, os motoristas devem mensurar com seu próprio corpo ou pedado de madeira.

Assim, depois de aferir qual é altura precisa do alagamento, os condutores deverão transpô-lo utilizando a marcha reduzida, observando uma velocidade média de dois a sete quilômetros por hora.

Nunca vá sozinho

Cumpre ressaltar, por fim, a mais importante das dicas para as pessoas que não renunciam a uma boa aventura: locais de difícil acesso e trilhas costumam apresentar dificuldades de comunicação.

Desse modo, então, o mais prudente a fazer é seguir acompanhado de outros veículos, de modo que, caso alguma emergência ocorra, o socorro seja devidamente acionado.