loader image

É Permitido Dirigir Descalço? Veja o Que Diz a Lei

Se existe um assunto que gera muitas dúvidas nas pessoas, é em relação aos calçados permitidos e proibidos na hora de conduzir um veículo. Afinal, é permitido dirigir descalço?

É normal que o motorista se preocupe com o conforto na hora de dirigir, principalmente em viagens longas.

Antes de entrar no carro, é responsabilidade do motorista levar a segurança pessoal e de outras pessoas em consideração, independente do tipo de trajeto que você vai percorrer.

Mas será que é preciso calçar um sapato só para ir no mercado ou passar rapidamente em algum lugar?

Como as leis de trânsito não fazem nenhum comentário sobre dirigir descalço, apesar de não ser recomendado, é permitido sim dirigir descalço e, dependendo do sapato que você estiver usando, pode ser até melhor.

Continue lendo para saber mais sobre as normas que dizem respeito ao tipo de sapato e outras dicas em relação ao vestuário na hora de dirigir.

Regras de acordo com o Código de Trânsito Brasileiro

Quem nunca precisou sair rapidamente no fim de semana, só para passar na padaria ou em algum lugar do tipo, e nem pensou em tirar os chinelos ou trocar de calçado, não é mesmo?

Se você está se perguntando o que diz a lei, de acordo com o artigo 252 do CTB (Código de Trânsito Brasileiro), “dirigir o veículo usando calçado que não se firme nos pés ou que comprometa a utilização dos pedais” é julgada como uma violação do tipo média, que resulta em penalidade de R$ 130,16 e pontuação na CNH (Carteira Nacional de Habilitação).

Apesar de não deixar clara a proibição de quais tipos de sapatos, dá para entender que certos tipos de calçados não são recomendados na hora de pegar o volante.

Nesses casos, dirigir descalço pode ser até uma opção melhor do que dirigir com um calçado inadequado, como chinelo, salto alto ou tamancos, por exemplo.

Isso porque esse tipo de calçado pode atrapalhar o motorista na direção e no controle do veículo, já que pode enroscar nos pedais, causando acidentes.

Vale lembrar que essa regra é válida para qualquer tipo de veículo além dos carros, incluindo as motocicletas e veículos de grande porte.

Que tipo de sapato usar para dirigir?

Depois de saber que é permitido dirigir descalço, apesar de não ser a melhor opção, ficou com dúvida de qual tipo de sapato escolher ou evitar na hora de dirigir?

Segundo a legislação, sapatos que não estejam bem firmes nos pés, que corram o risco de escorregar ou enroscar nos pedais, como sandálias abertas ou de tiras, sapatos de salto alto e os clássicos chinelos não são permitidos e podem ocasionar multa para os condutores que não respeitarem a lei.

Fora isso, qualquer modelo de calçado que seja confortável e anatômico como tênis, mocassins, botas e sapatilhas podem ser usados tranquilamente.

Além disso, a dica é sempre manter um par de sapatos adequado e confortável no carro, para evitar imprevistos e possíveis multas.

Outros cuidados em relação ao vestuário na hora de dirigir

Apesar de não ser mencionado nenhum tipo de roupa específica para os condutores de veículos, existem sim algumas recomendações que podem diminuir a preocupação com a segurança na hora de dirigir.

Não há nenhuma restrição quanto a dirigir sem camiseta, mas é ideal tomar cuidado com roupas que sejam muito longas, que possuam franjas ou adereços que possam enroscar, além de peças que sejam muito justas e comprometam a mobilidade na hora de dirigir.

Além disso, é importante não esquecer acessórios que ajudam no momento de conduzir o veículo, como os óculos ou até mesmo aparelho auditivo.

No caso dos motociclistas, é importante nunca esquecer o capacete, já que andar sem o item é considerado uma infração gravíssima.

Considerações finais

Conduzir um veículo é um ato que demanda cautela, pois todas as pessoas envolvidas (dentro e fora dele) precisa estar em segurança.

É permitido dirigir descalço, mas esse não é o único cuidado que você deve ter. Não se esqueça que a segurança no trânsito depende de todos.

Esperamos que esse conteúdo tenha ajudado você. Se ficou com alguma dúvida, deixe um comentário abaixo ou envie um e-mail para a nossa equipe.

Leia mais conteúdos relacionados aqui no Review Auto e até a próxima.