loader image

Freio de Estacionamento: Como Funciona e Quais as Características?

Quer saber tudo sobre o freio de estacionamento? Então confira o guia que o Review Auto preparou para você!

Esse é um dos itens de segurança indispensáveis dentro de um veículo, e embora simples, consegue proporcionar praticidade para os motoristas.

Afinal, enquanto se está dirigindo, é muito mais fácil controlar o veículo e utilizar a frenagem nos momentos certos.

Mas é justamente quando se está longe que é preciso tomar as devidas precauções, a fim de manter o carro seguro.

Na internet, não é difícil encontrar casos em que um simples descuido foi capaz de gerar estragos enormes.

E quando se trata dos freios de estacionamento, sua má utilização é responsável por causar uma boa parte desses pequenos acidentes, mesmo com o veículo estacionado.

O que é o freio de estacionamento?

O freio de estacionamento, embora tenha esse nome mais técnico, é popularmente conhecido como freio de mão ou travão. E recebe esse nome justamente porque é acionado de forma manual, travando o veículo.

Esse é um sistema de frenagem presentes nos veículos automotores e que conta com uma alavanca de acionamento.

Como mencionado, é realmente uma forma bem simples de fazer com que o carro fique parado, mesmo após já estar estacionado. Afinal, em condições adversas, nada impede que o carro acabe se deslocando, como quando fica em um local mais íngreme.

Quando não está devidamente travado, uma pequena elevação ou um empurrãozinho é o suficiente para tirar o carro do lugar.

Por isso, o sistema é indispensável, já que trava as rodas traseiras, impossibilitando que ele se mova.

Atualmente, os veículos possuem uma variação desse sistema, mas que é elétrico.

Como funciona o sistema de freio de estacionamento?

De uma forma geral, o freio de estacionamento funciona através do freio a tambor, sendo um sistema básico de trava das rodas.

Ao estacionar, o motorista puxa a alavanca e aciona a trava, impedindo que o carro se mova de forma involuntária.

Um ponto importante a se considerar é que, por ser manual, é preciso realmente colocar um pouco mais de força para acioná-lo.

Em outras palavras, agir com muita leveza na hora de puxar a alavanca pode acabar não travando completamente o sistema.

Por isso, vale a pena utilizar força o suficiente para evitar algum engano, e que o dispositivo fique longe do seu nível ideal.

Tomando esse cuidado, a certeza de que o carro não se locomoverá involuntariamente é muito maior.

Qual é a diferença para o freio de estacionamento eletrônico?

Nos últimos anos, com a evolução tecnológica dos carros, o freio de mão também ganhou modificações importantes.

Alguns dos modelos mais recentes de veículos contam agora com o freio de estacionamento eletrônico, que oferece diferenciais relevantes.

O principal, é claro, é a praticidade do acionamento, uma vez que não é mais preciso uma ação manual.

Para ativar as travas, na maioria dos casos, tudo o que é preciso é pressionar um simples botão presente no console central. Geralmente, esse botão fica bem próximo da própria alavanca de câmbio, ou então no próprio painel do veículo.

Assim, as pinças dos freios se ativam por meio do sistema eletro-hidráulico, travando as rodas.

No modelo padrão, trata-se de um sistema mecânico, ou então hidráulico, que é o responsável por acionar as pinças.

Qual a importância dos freios para o funcionamento do carro?

Embora sejam fundamentais, muitos motoristas não levam sua presença em consideração, e optam por usar outras formas para travar o veículo.

Uma maneira muito comum é simplesmente estacionar o carro e deixar a marcha engatada. Mas será que isso realmente funciona?

Bem, na verdade, não há garantia nenhuma de que o veículo se manterá imóvel simplesmente por estar em marcha.

Esse será apenas mais um ponto de dificuldade, mas ações fortes podem acabar superando essa forma de travamento.

O movimento só é completamente impedido quando o freio de mão, ainda em um bom estado de conservação, está engatado.

Fora isso, por ser algo muito rápido e prático de se fazer, não vale a pena contar com a sorte. E, claro, a marcha sempre engatada pode acabar gerando também outros problemas para o carro, não sendo uma ação recomendada.

Sendo assim, os freios de estacionamento são importantes pois fazem com que o veículo permaneça travado, imóvel e em segurança.

As chances de provocar algum acidente, danificar o automóvel ou ferir alguém são consideravelmente reduzidas (praticamente zeradas) quando o sistema é acionado.

Mesmo assim, é fundamental também que o proprietário faça revisões periódicas no componente. Isso porque, devido ao uso, as travas podem acabar se desgastando, perdendo a eficiência com o passar do tempo.

Felizmente, com o surgimento dos freios elétricos de estacionamento, a utilização do sistema se torna ainda mais prática.

Quais são as suas principais características?

Agora que já foi possível entender o que é o freio de mão, vejamos quais suas principais características!

Pode ser manual ou elétrico

A grande maioria dos modelos utiliza o sistema manual, acionado por alavancas.

No entanto, os carros mais modernos já contam com freios elétricos (também chamado de freio eletrônico), bastando apenas acionar um botão.

Funciona através de travas nas rodas traseiras

Uma característica principal do freio de estacionamento é justamente a trava total das rodas posteriores do carro. Isso faz com que o veículo se mantenha imóvel, mesmo quando alguma força é aplicada sobre ele.

Isso significa que, caso seja empurrado ou fique estacionado em um local íngreme, ele ficará parado.

Gera mais segurança

Por suas características, o freio de estacionamento acaba oferecendo um entrave total do carro.

Assim, a possibilidade de que ele acabe se movimentando de forma involuntária é praticamente nula, deixando tudo mais seguro.

Conclusão

O freio de mão ou de estacionamento é um sistema que faz a diferença no uso dos automóveis. Isso porque consegue levar praticidade e segurança para um dos momentos cruciais do uso, que é quando o veículo já está estacionado.

Quer saber tudo sobre veículos? Então confira mais dos nossos conteúdos!