loader image

Luz do ABS Acesa: O Que Pode Ser? O Que Fazer?

O painel de um carro, com todas as suas luzinhas, frequentemente pode ser uma coisa complicada para algumas pessoas e até acabar causando confusão em alguns casos. Muitas vezes, ver uma das luzes acesa vira até motivo de pânico. Neste artigo vamos falar a respeito de uma luzinha específica: a luz do ABS. Você sabe o que a luz do ABS acesa significa?

Primeiro de tudo, é importante saber que a resposta a esta pergunta não é tão simples e óbvia como pode parecer.

As razões causadoras desse problema são numerosas, e é preciso estar bem atento para saber identificar o problema.

Quando a luz do ABS no painel acende, isso pode significar um problema no sistema de frenagem ou no circuito elétrico do carro.

Pode ser ainda que o fluido de freios esteja em nível baixo ou que as válvulas apresentem defeitos. Outras vezes, o motivo não é nada que vá causar dor de cabeça e pode ser resolvido instantaneamente.

O Review Auto reuniu aqui uma lista com as principais razões porque a luz do ABS fica acesa, para você entender melhor esses problemas e saber a melhor maneira de resolver cada um deles.

O que é a luz do ABS?

O sistema de luzes do painel do carro é uma forma de comunicação entre os componentes do carro e seu motorista. Ou seja, serve para avisar ao condutor sobre qualquer problema que mereça atenção mais imediata.

Essas luzes informam sobre o estado geral de todos os sistemas do carro.

As funções dessas luzes variam de acordo com suas cores e as funções que elas indicam. As luzes verdes ou azuis simplesmente indicam que algo (como as setas ou parabrisas) está acionado.

As luzes amarelas e cor de laranja são um aviso de que algo pode não estar certo.

Uma luz vermelha significa que você deve parar o seu carro imediatamente e buscar a ajuda de um mecânico.

O sistema de freios ABS também pode deixar uma luz acesa. Vamos entender um pouco mais sobre como esse sistema funciona.

Como funciona o sistema de freios ABS?

Obrigatório no Brasil para carros fabricados a partir de 2014, esse sistema está presente em mais de 13 milhões de carros. ABS é uma sigla em inglês que significa “sistema de freios antitravamento”.

Criado em 1978, esse sistema de freio surgiu para evitar que o motorista perdesse o controle do automóvel em situações de freadas de emergência.

Possui um componente que compara a rotação das rodas com a velocidade do carro, e quando é detectada uma redução brusca da rotação em relação à velocidade, ele aplica pressão e alívio sobre as rodas.

Isso evita o travamento completo que, em carros sem freios ABS, leva à perda do controle da direção.

Isso faz toda a diferença numa situação de emergência, em que o reflexo mais natural é geralmente “enfiar” o pé no freio muito rapidamente, atitude que sem dúvida levaria a um desastre num carro com sistema de freio comum.

Motivos porque a luz do ABS está acesa

Conforme já foi dito anteriormente, muitos são os motivos que podem deixar a luz do ABS acesa no painel do seu carro, mas nem tudo é motivo para pânico. Alguns são mais sérios, outros nem tanto.

De qualquer forma, o ideal é estar atento sempre para detectar e solucionar os erros ao primeiro sinal de problema.

O freio ABS funciona por meio de sensores que servem para monitorar a rotação das rodas. Quando esses sensores identificam algo incomum, um alerta é enviado para o motorista, acendendo uma luz.

Vamos agora ver uma explicação detalhada dos motivos que podem acender essa luzinha de alerta.

Freio de mão puxado

Frequentemente a luz do ABS acende por uma razão tão simples que era até difícil imaginar. O freio de mão pode ser o motivo porque esse alerta aparece no painel do seu carro.

Talvez ele não tenha descido o suficiente na hora de soltá-lo ou, ainda, num momento de distração, o motorista acabou se esquecendo dele e começou a dirigir com o freio de mão ainda acionado.

No caso de ser esse o problema, simplesmente encoste o seu carro e verifique se o freio de mão foi abaixado corretamente. Se a luz permanecer acesa, o problema provavelmente é outro.

Pane no sistema eletrônico

Se você já constatou que o freio de mão não é a causa do problema, saiba que uma pane no circuito elétrico do seu automóvel também pode acender a luz do ABS no seu painel.

Um excesso de umidade nos circuitos eletrônicos pode causar uma pane, que fará com que os sinais enviados do freio para o painel do carro sejam transmitidos incorretamente, criando um alarme falso que ativará a luz.

Nesses casos, desligar e religar o veículo pode resolver o problema e apagar essa luz. Um relé defeituoso também pode estar causando este problema, e você deve procurar um eletricista mecânico para fazer uma avaliação adequada do problema.

Sensor de velocidade com defeito

O sensor de velocidade das rodas é um dos principais componentes do sistema de freio ABS, já que monitora constantemente a velocidade de rotação das rodas em comparação com a velocidade do veículo para saber quando é a hora de acionar o sistema de frenagem antitravamento.

Um defeito nesses sensores poderá criar uma interpretação errada desses sinais, o que levará a luz do ABS a acender e poderá causar uma falha do ABS numa situação de emergência.

Baixo nível do óleo de freio

Um nível baixo no reservatório do fluido de freio é uma das razões que fazem acender a luz do ABS.

Uma baixa no fluido de freio pode levar ao desgaste prematuro desnecessário de peças, além de reduzir o desempenho dos seus freios, que podem perder pressão.

Parar o carro para uma verificação do fluido de freio é muito importante caso você veja a sua luz do ABS acesa.

Perda de pressão

Caso após a verificação você veja que o fluido de freio está no nível recomendado, pode ser que um problema mais grave esteja acontecendo.

A luz ABS acesa pode denunciar que um defeito no sistema hidráulico está provocando a perda de pressão em um dos lados do carro.

Isso é bastante perigoso, uma vez que reduz a eficiência dos freios, que podem não funcionar corretamente quando você precisar deles.

Quanto maior for a sua velocidade, maior será o risco. É imprescindível levar seu carro à oficina o quanto antes.

Montagem incorreta

É comum que numa troca de amortecedores, ou qualquer outro tipo de manutenção nas rodas, o profissional faça uma montagem inadequada dos componentes do ABS.

Pastilhas desgastadas também são frequentemente a causa deste problema. Esses danos serão identificados pelos sensores do sistema, e a luz de alerta será acesa.

É perigoso andar com essa luz acesa?

Nem tanto.

Como você viu nos tópicos acima, a maioria dos problemas que pode levar a luz do ABS a acender não são motivo para pânico, porque não oferecem um risco imediato.

O ABS é o sistema antitravamento que confere ao veículo uma maior estabilidade durante uma freada de emergência.

Uma falha nesse sistema não significa que os freios não estarão funcionando quando você precisar deles.

Os freios comuns funcionarão normalmente, mesmo com o sistema ABS em falha.

O que é preciso é dirigir com uma cautela extra, tendo a consciência de que o sistema ABS não entrará em ação caso uma frenagem brusca seja necessária.

Assim, o carro corre o risco de deslizar na pista, pondo a vida do condutor e de seus passageiros em perigo.

O importante é não dar bobeira. O sistema de freio de ABS é um dispositivo de segurança do carro, e com segurança não se brinca.

Por isso, se você vir a luz do ABS acesa no seu painel, mesmo que ela se apague “sozinha”, não deixe de levar seu veículo ao mecânico para que seja feito um diagnóstico do problema, e que um conserto possa ser realizado o quanto antes.

Como testar o sistema de freio ABS?

Um defeito em qualquer componente de um carro é como uma doença no corpo humano: apresenta sintomas.

Por isso, a melhor forma de saber se existe algum problema nos freios, é fazer um teste.

Não é preciso ter conhecimentos ou equipamentos avançados e específicos para isso.

Basta dirigir o carro por alguns minutos, com a atenção voltada para a função que você deseja testar. Nesse caso, os freios.

O recomendado é procurar uma rua plana tranquila, onde você possa adquirir alguma velocidade e tenha silêncio o bastante para que você ouça qualquer barulhinho estranho.

Qualquer comportamento incomum denunciará um problema, e você saberá o que dizer ao seu mecânico para que ele possa fazer um diagnóstico mais preciso.

Barulho no freio ABS é normal?

Quando se trata de carro, quase nenhum barulho é normal se não for o som potente do ronco do motor.

O único barulho que o freio ABS produz é o som de destravamento das rodas, que normalmente pode ser ouvido depois de uma freada brusca.

Em geral, esses freios só apresentam um barulho metálico ao serem acionados, quando as pastilhas estão desgastadas.

Um disco de freio avariado ou empenado também é uma causa para barulhos na frenagem.

Tudo isso reduz a eficiência do dispositivo de segurança e deve ser tratado com a devida atenção.

Quais são os sintomas de um problema no ABS

Essa é uma seção muito importante deste artigo. Antes de levar seu veículo ao “médico”, é preciso antes saber o que ele está “sentindo”. Por isso, a percepção do condutor é essencial.

Ligue suas antenas e atente para esses sinais:

  • Sons na frenagem: qualquer barulho diferente enquanto você dirige seu carro já é motivo para ficar atento, mas um som de chiado quando você aciona o freio, com certeza, representa pastilhas desgastadas que devem ser substituídas;
  • Trepidações: uma ligeira trepidação é comum no sistema de freio ABS, mas só quando ele é acionado, ou seja, nas freadas mais agressivas. Se você sente uma trepidação mesmo nas freadas mais suaves, isso significa que o empenamento do disco já ultrapassou o limite de 0,1mm e o sistema está comprometido. Os cubos das rodas também podem apresentar empenamento, que quando é superior a 0,4mm, causa trepidações;
  • Problemas eletrônicos: o ABS precisa da parte elétrica do carro em ordem para funcionar corretamente. Os componentes desse sistema de frenagem acabam ficando mais expostos à umidade e poeira, coisas que podem acabar danificando seus contatos e comprometendo seu funcionamento. Algumas vezes uma limpeza é o suficiente para corrigir o problema, mas essa avaliação deve ser feita com os equipamentos adequados.

Existem outros sinais de problemas nos freios, que não são necessariamente relacionados ao sistema ABS, mas que também é importante que sejam sempre checados.

Pedal mole ou duro demais, redução drástica do fluido de freios e o sistema ABS sendo acionado nas frenagens mais suaves são exemplos de sinais de que existe algum problema com os freios.

Como evitar problemas no freio ABS?

Prevenir é sempre melhor do que remediar, certo? E, sim, é possível evitar grandes danos no seu sistema de freios ABS tomando algumas medidas simples.

Isso garante uma vida útil mais longa às suas peças e componentes, o que poupa o dono do carro de maiores gastos e dores de cabeça.

Nunca deixe de fazer revisões periódicas e manutenções preventivas. Sempre que levar seu veículo ao mecânico, não se esqueça de solicitar que ele dê aquela olhadinha no freio.

Outra dica é: esteja sempre atento a qualquer barulhinho. Esta é válida para todos os sistemas do carro.

Mesmo que não pareça nada, ouvir um barulho que não acontecia antes pode denunciar um problema sério no veículo, que pode até acabar representando algum risco sério caso a manutenção não seja feita a tempo.

Nós, do blog Review Auto, realmente esperamos que esse guia sobre freios ABS tenha tirado todas suas dúvidas sobre o assunto e te ajudado a saber o que fazer no momento em que você vir a luz do ABS acesa.

Fique sempre atento às postagens feitas aqui no blog para ver mais dicas como essas!

Até a próxima!