loader image

Luz do Óleo Piscando: Entenda o Que Pode Ser

Você estava dirigindo e, de repente, percebeu a luz do óleo piscando? Não se preocupe: vamos ajudá-lo a identificar o que pode estar acontecendo.

Dirigir um veículo exige mais dos motoristas do que simplesmente saber dirigir, afinal, é necessário conhecer os componentes do carro, seu funcionamento e os principais problemas que podem ser causados por eles.

O painel do carro é de extrema importância para dar sinal ao motorista sobre quais peças estão apontando defeito ou necessitam de uma atenção maior.

Isso quer dizer que a luz do óleo piscando é uma das formas do carro avisar, por meio do sensor, de que existe uma situação de risco de danificação em todo sistema de lubrificação do carro.

Portanto, vamos entender um pouco sobre uma dessas luzes do painel que podem acender e que representam um indicador de que seu carro precisa de um olhar mais aguçado sobre ele e, talvez, de uma visita ao seu mecânico de confiança.

Como funciona o sistema de lubrificação do meu carro?

Antes de entender o que a luz do óleo piscando pode significar, é necessário que você saiba o motivo de termos óleo no motor de nossos carros e como isso impacta seu funcionamento.

O óleo no carro faz parte do sistema de lubrificação, que é responsável por manter todas as partes móveis do motor funcionando corretamente.

Logo, o óleo chega até essas peças e permite que continuem realizando seu trabalho de maneira normal, por meio da lubrificação trazida por ele.

Aqui já podemos perceber que, sem o óleo no motor do carro, esse movimento poderá ser realizado com menor rapidez e precisão, o que pode danificar inúmeras peças.

Esse sistema é composto, principalmente, por:

  • Cárter: uma peça que costuma ficar embaixo do motor e é a responsável por armazenar o óleo;
  • Bomba de óleo: ela gera pressão do óleo para que ele possa começar a circular por entre as peças do sistema;
  • Filtro: como o próprio nome já diz, é responsável por filtrar o óleo depois que ele passa pela galeria.

Dessa forma, imagine que o óleo faz o seguinte caminho: sai do cárter pela pressão gerada pela bomba, passa pela galeria e então pelo filtro.

Agora, ele segue caminho lubrificando as peças do motor, como cilindros, anéis, válvulas, tuchos e balancins.

Após percorrer esse caminho, ele volta ao ponto inicial, dissipando o calor absorvido durante seu trajeto e repetindo esse ciclo várias outras vezes enquanto o veículo, seja carro ou moto, estiver em funcionamento.

Portanto, além de lubrificar um número grande de peças importantes para o funcionamento do motor, o óleo também auxilia na diminuição de temperatura dos componentes.

Luz do óleo piscando e os principais motivos para isso

Agora que já entendemos a importância desse mecanismo, já sabemos onde procurar informações se a luz do óleo acende durante um trajeto.

Contudo, a luz do óleo piscando no painel pode trazer avisos dos mais variados problemas, tanto no sistema de lubrificação quanto no motor.

Por isso, vamos entender melhor cada um deles.

Luz do óleo piscando

Se a luz de óleo fica piscando no painel, podemos dizer que é um problema mais “leve”, mas que mesmo assim precisa da sua atenção e a busca por ajuda.

Isso porque, caso o motor seja danificado pela ausência de lubrificação que o óleo leva a ele, os gastos com retífica podem pesar bastante no seu bolso.

Além disso, tenha em mente o seguinte: se, quando você realiza determinados movimentos com o carro, a luz pisca no painel, podemos ter um problema relacionado ao nível de óleo.

Nesse caso, acelerar, realizar curvas, subir ou descer ladeiras íngremes pode levar todo o óleo para um dos lados do cárter, fazendo com que o sensor de óleo fique sem o líquido e faça a lâmpada acender.

No entanto, outro problema pode ser constatado com esse alerta: problemas com os fios do sensor ou da cebolinha.

Normalmente, essas são as últimas possibilidades a serem testadas quando já se tentou de tudo: troca de cebolinha, filtro de óleo e retífica – e a luz do óleo acende da mesma forma.

Então, tenha consciência de que a parte elétrica do carro também pode estar com problemas.

Luz do óleo acesa

As cores de luz utilizadas no painel do carro seguem a regra dos semáforos, portanto, temos luzes verdes, amarelas e vermelhas, de acordo com o grau de importância e perigo daquele componente.

Logo, quando o ícone de lâmpada acende em seu painel, com a cor vermelha, já temos um sinal de que esse é um componente extremamente importante para o carro e merece a sua atenção.

Mas, se a luz do óleo acende sem piscar, apenas se mantendo constante, esse é um sinal claro de que o motor do seu carro ou moto está sob graves riscos.

Então, se está com a luz de óleo piscando, o recomendado é que você pare o carro ou dirija com cuidado para a mecânica mais próxima.

Isto porque a lâmpada acesa constantemente é um sinal de grande alerta – se continuar circulando, os danos ao motor podem ser irreversíveis e/ou te custar muito caro.

Problemas com a cebolinha

A cebolinha é um dos pontos que estão mais distantes do reservatório de óleo do motor.

Aliás, é ela a responsável por avisar ao painel de que o líquido chegou até ela e a luz de óleo pode permanecer desligada depois que demos partida no motor do carro ou moto.

Logo, caso a lâmpada fique vermelha, pode significar que o fio da cebolinha está solto, então você pode averiguar isso visualmente, olhando o motor.

Contudo, pode significar outro problema, como uma falha na bomba de óleo.

Bomba de óleo

Como já dito, a bomba de óleo é a responsável por impulsionar o líquido do seu recipiente de armazenamento até o motor do seu carro ou moto. Portanto, ela faz pressão para que o óleo saia da parte de baixo do motor e consiga chegar a todas as partes.

No entanto, se a luz de óleo está acesa por problemas na bomba, a situação pode ficar bastante grave.

Isso por dois grandes motivos: o primeiro é que se a bomba em si estiver com problema, o óleo não será capaz de chegar até todas as peças, o que pode danificar várias peças.

Em contrapartida, o segundo motivo é que a falta de óleo no cárter pode fazer com que a bomba fique tentando puxar líquido e fazer pressão de maneira inútil, o que além de colocar o motor em risco, ainda pode estragar a peça.

Sendo assim, assim que a luz do óleo acende em seu painel, tente parar o mais rápido possível para evitar grandes danos.

Sensor de pressão do óleo

O sensor de pressão é responsável por manter os níveis de pressão ideais para que a lubrificação passe por todas as partes do motor sem nenhum problema.

Logo, caso várias outras alternativas já tenham sido testadas para a sua luz de óleo acesa, pode ser que exista um problema neste componente.

Por vezes, se mesmo depois de fazer a verificação de nível e até mesmo a troca de óleo, se mesmo depois de verificar a parte elétrica e outras questões que envolvem o sistema de lubrificação, o alerta da lâmpada continuar dando sinais em seu painel, o sensor de pressão pode estar com problemas e pode precisar ser trocado.

Da mesma forma, busque um mecânico que possa ir até o seu local para evitar colocar em risco o seu motor.

Queima de óleo

O sistema de lubrificação é um projeto fechado, ou seja, que não permite que o óleo saia de dentro dos tubos que ele passa, gerando vazamentos, por exemplo.

Contudo, caso o óleo esteja chegando diretamente no motor, o motorista pode passar por um problema de queima de óleo, que pode levar à baixa do nível dele, o que é extremamente perigoso.

Os motivos para isso acontecer são variados, envolvendo desde a alta pressão de óleo até desgaste em arruela de alguma válvula.

Mas, um sinal de que isso está acontecendo é a presença de fumaça azul no escapamento.

Aproveite e leia também: Motor fumando: o que pode ser?

Falta de óleo

A luz de óleo acesa pode ser, também, um sinal de falta de óleo, por isso, medir o nível com a vareta é sempre indispensável.

Mas, fica um alerta: essa verificação deve ser feita quando o carro estiver frio, afinal, assim o óleo estará em seu recipiente de armazenamento e poderemos ver se falta ou se temos líquido de sobra.

Logo, a medição realizada em posto de gasolina, onde o óleo lubrificante já está realizando sua função, uma vez que o motor já ligou e o veículo andou, pode sinalizar erroneamente que está em falta.

Embora seja extremamente importante acompanhar o nível de óleo, estar atento ao barulho que seu carro ou moto realiza também é fundamental.

Isso porque a ausência de líquido lubrificante no seu motor pode começar a causar o contato entre as peças, provocando o famoso barulho de “motor batendo”.

Esse é um caso grave, já que o lubrificante não está chegando aos locais corretos e pode gerar prejuízos enormes.

Embora você acompanhe o nível de óleo e realize a manutenção preventiva completando sempre que necessário, mesmo assim pode ocorrer a borra de óleo velho no sistema, o que a longo prazo também pode causar danos na cebolinha e outros componentes.

Logo, independente se a luzinha já deu sinal, de vez em quando, o condutor precisa realizar a troca de óleo completa, para manter a função lubrificante corretamente e seu veículo em segurança.

Considerações finais

Agora que você já entendeu o que a luz do óleo piscando significa, não hesite em buscar  ajuda de um mecânico o mais rápido possível e garanta uma longa vida ao seu carro ou moto.

Gostou? Para ler mais conteúdos relacionados, acesse o Review Auto. Até a próxima!