placas de trânsito e seus significados

Placas de Trânsito e Seus Significados: Saiba Tudo Aqui

Você conhece todas as placas de trânsito e seus significados? Caso você não saiba, não se preocupe! Vamos explicar tudo nesse artigo!

As placas de trânsito estão posicionadas ao lado das vias ou suspensas sobre a mesma.

Elas desempenham o papel de transmitir mensagens importantes aos motoristas, por meio de símbolos ou legendas, cujo os significados foram anteriormente instruídos no CFC (Curso de Formação de Condutores), mais especificamente na matéria sobre o Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

Essas placas são separadas em algumas categorias e tem como finalidade determinar regras e preservar o fluxo de trânsito em ordem e segurança, contribuindo para o bem-estar dos pedestres e motoristas através da comunicação visual.

O órgão responsável pelas placas de trânsito é o DENATRAN (Departamento Nacional de Trânsito) e a regulamentação é realizada pelo CTB através do CONTRAN (Conselho Nacional de Trânsito).

Placas de Trânsito e Seus Significados

Placas de Trânsito e Seus Significados
Fonte: Mundo do Automóvel para PCD

As placas de trânsito no Brasil e seus significados são algo que você deve conhecer. Elas são, essencialmente, divididas em 3 categorias:

  • Advertência
  • Regulamentação
  • Indicação

Há também as placas de Serviços Auxiliares, Educativas, Sinalização Horizontal, Sinalização de Obras e Atrativo Turístico.

A seguir, vamos explicar com mais detalhes cada categoria e os significados específicos de cada placa.

Placas de Trânsito e Seus Significados: Advertência

Essas placas de trânsito tem como finalidade avisar o motorista, alertando sobre prováveis perigos nas vias. As placas de advertência têm a forma quadrada e um fundo amarelo, não sendo de cunho punitivo.

Elas alertam os motoristas sobre a aproximação de cruzamentos ou curvas, perigo, ferrovias, sentido e estreitamento de vias.

O Código de Trânsito Brasileiro informa que a sinalização de advertência tem como objetivo alertar os condutores das vias sobre condições possivelmente perigosas, indicando sua natureza.

Ao todo são 69 placas desta categoria. Veja abaixo quais são:

  • A1A – Curva acentuada à esquerda
  • A1B – Curva acentuada à direita
  • A2A – Curva à esquerda
  • A2B – Curva à direita
  • A3A – Pista sinuosa à esquerda
  • A3B – Pista sinuosa à direita
  • A4A – Curva acentuada em S à esquerda
  • A4B – Curva acentuada em S à direita
  • A5A – Curva em S à esquerda
  • A5B – Curva em S à direita
  • A6 – Cruzamento de vias
  • A7A – Via lateral à esquerda
  • A7B – Via lateral à direita
  • A8 – Interseção em T
  • A9 – Bifurcação em Y
  • A10A – Entroncamento oblíquo à esquerda
  • A10B – Entroncamento oblíquo à direita
  • A11A – Junções sucessivas contrárias, primeira à esquerda
  • A11B – Junções sucessivas contrárias, primeira à direita
  • A12 – Interseção em círculo
  • A13A – Confluência à esquerda
  • A13B – Confluência à direita
  • A14 – Semáforo à frente
  • A15 – Parada obrigatória à frente
  • A16 – Bonde
  • A17 – Pista irregular
  • A18 – Saliência ou lombada
  • A19 – Depressão
  • A20A – Declive acentuado
  • A20B – Aclive acentuado
  • A21A – Estreitamento de pista ao centro
  • A21B – Estreitamento de pista à esquerda
  • A21C – Estreitamento de pista à direita
  • A21D – Alargamento de pista à esquerda
  • A21E – Alargamento de pista à direita
  • A22 – Ponte estreita
  • A23 – Ponte móvel
  • A24 – Obras
  • A25 – Mão dupla adiante
  • A26A – Sentido único
  • A26B – Sentido duplo
  • A27 – Área com desmoronamento
  • A28 – Pista escorregadia
  • A29 – Projeção de cascalho
  • A30A – Trânsito de ciclistas
  • A30B – Passagem sinalizada de ciclistas
  • A30C – Trânsito compartilhado por ciclistas e pedestres
  • A31 – Trânsito de tratores ou maquinária agrícola
  • A32A – Trânsito de pedestres
  • A32B – Passagem sinalizada de pedestres
  • A33A – Área escolar
  • A33B – Passagem sinalizada de escolares
  • A34 – Crianças
  • A35 – Animais
  • A36 – Animais selvagens
  • A37 – Altura limitada
  • A38 – Largura limitada
  • A39 – Passagem de nível sem barreira
  • A40 – Passagem de nível com barreira
  • A41 – Cruz de Santo André
  • A42A – Início de pista dupla
  • A42B – Fim de pista dupla
  • A42C – Pista dividida
  • A43 – Aeroporto
  • A44 – Vento lateral
  • A45 – Rua sem saída
  • A46 – Peso bruto total limitado
  • A47 – Peso limitado por eixo
  • A48 – Comprimento limitado

Placas de Trânsito e Seus Significados: Regulamentação

Essas placas de trânsito tem como função regulamentar as vias, indicando proibições, limitações e obrigações. Caso o cumprimento destas placas seja desrespeitado pelo motorista, ele estará sujeito a penalidades e multas.

As placas de regulamentação são vermelhas com o fundo branco e formato redondo. A exceção é a placa “Parada Obrigatória” cujo formato é hexagonal e a placa “Dê preferência”, em forma de triângulo invertido.

De acordo com o CONTRAM, as placas de regulamentação possuem a função de comunicar ao condutor e ao usuário das vias, suas proibições, obrigações, condições e restrições quanto ao seu uso. A comunicação é realizada de forma imperativa, sendo o seu desrespeito, uma infração.

São elas as 51 placas de trânsito de regulamentação:

  • R1 – Parada obrigatória
  • R2 – De a preferência
  • R3 – Sentido proibido
  • R4A – Proibido virar à esquerda
  • R4B – Proibido virar à direita
  • R5A – Proibido retornar à esquerda
  • R5B – Proibido retornar à direita
  • R6A – Proibido estacionar
  • R6B – Estacionamento regulamentado
  • R6C – Proibido parar e estacionar
  • R7 – Proibido ultrapassar
  • R8A – Proibido mudar de faixa ou pista de trânsito da esquerda para direita
  • R8B – Proibido mudar de faixa ou pista de trânsito da direita para esquerda
  • R9 – Proibido trânsito de caminhões
  • R10 – Proibido trânsito de veículos automotores
  • R11 – Proibido trânsito de veículos de tração animal
  • R12 – Proibido trânsito de bicicletas
  • R13 – Proibido trânsito de tratores e máquinas de obras
  • R14 – Peso bruto total máximo permitido
  • R15 – Altura máxima permitida
  • R16 – Largura máxima permitida
  • R17 – Peso máximo permitido por eixo
  • R18 – Comprimento máximo permitido
  • R19 – Velocidade máxima permitida
  • R20 – Proibido acionar buzina ou sinal sonoro
  • R21 – Alfândega
  • R22 – Uso obrigatório de corrente
  • R23 – Conserve-se à direita
  • R24A – Sentido de circulação da via ou pista
  • R24B – Passagem obrigatória
  • R25A – Vire à esquerda
  • R25B – Vire à direita
  • R25C – Siga em frente ou à esquerda
  • R25D – Siga em frente ou à direita
  • R26 – Siga em frente
  • R27 – Ônibus, caminhões e veículos de grande porte, mantenham-se à direita
  • R28 – Duplo sentido de circulação
  • R29 – Proibido trânsito de pedestres
  • R30 – Pedestre, ande pela esquerda
  • R31 – Pedestre, ande pela direita
  • R32 – Circulação exclusiva de ônibus
  • R33 – Sentido de circulação na rotatória
  • R34 – Circulação exclusiva de bicicletas
  • R35A – Ciclista, transite à esquerda
  • R35B – Ciclista, transite à direita
  • R36A – Ciclistas à esquerda, pedestres à direita
  • R36B – Pedestres à esquerda, ciclistas à direita
  • R37 – Proibido trânsito de motocicletas, motonetas e ciclomotores
  • R38 – Proibido trânsito de ônibus
  • R39 – Circulação exclusiva de caminhão
  • R40 – Trânsito proibido a carros de mão

Placas de Trânsito e Seus Significados: Indicação

Essas placas de trânsito têm a finalidade de orientar e indicar aos motoristas sobre o local ou o destino. As placas de fundo verde orientam quanto ao destino e as placas de fundo azul identificam o local.

Segundo o Código de Trânsito Brasileiro, as placas de indicação têm como função identificar os locais e vias de interesse, assim como direcionar os motoristas quanto ao seu destino, percurso, distância e serviços auxiliares, contribuindo também para a educação dos usuários.

As placas de indicação são divididas em categorias:

1. Orientação de Destino

Mostram a distância e direção do destino, possuindo as cores azuis ou verdes.

2. Indicação

São aquelas que identificam destinos, distâncias e rodovias; possuem a cor verde.

Auxiliam os condutores a serem guiados no sentido certo do destino.

3. Educativas

Essas placas, como o próprio nome diz, possuem a função de educar o motorista em relação a sua conduta segura e adequada nas vias.

As placas educativas têm o fundo branco e são retangulares.

Veja alguma dessas placas abaixo:

  • Só ultrapasse com segurança
  • Longo trecho em declive
  • Pare fora da pista
  • Use cinto de segurança
  • Ultrapasse somente pela esquerda
  • Verifique os freios
  • Luz baixa ao cruzar veículos
  • Não ultrapasse com faixa contínua
  • Obedeça a sinalização
  • Sob neblina use a luz baixa
  • Sob neblina reduza a velocidade
  • Verifique os freios

4. Serviços Auxiliares

As placas de serviços auxiliares têm a função de orientar e informar os motoristas sobre a localização de serviços como: postos de gasolina, hospitais, restaurantes, hotéis e áreas de camping.

As placas possuem uma forma retangular com o fundo azul e mostram o símbolo respectivo ao serviço designado.

As placas de trânsito que indicam serviços auxiliares são:

  • Abastecimento
  • Serviço Mecânico
  • Pronto Socorro
  • Aeroporto
  • Restaurante
  • Serviço Sanitário
  • Estacionamento de Trailer
  • Área de Estacionamento
  • Hotel
  • Passagem Protegida para Pedestre
  • Área de Campismo
  • Serviço Telefônico
  • Transporte sobre Água
  • Ponto de Parada

5. Atrativos Turísticos

Orientam e indicam ao motorista  a localização de atrações turísticas.

As placas de atrações turísticas possuem o fundo marrom com letras na cor branca, e indicam por meio do símbolo e do nome, o local. Podem também guiar o condutor por meio de setas e de indicadores de quilometragem.

Abaixo podemos verificar quais são essas placas:

  • Placa de Identificação de Atrativo Turistico
  • Placa Diagrama
  • Placa Indicativa de Sentido
  • Placa Indicativa de Distancia
  • Placa Indicativa de Sentido Posicionamento na Pista

6. Placas de Sinalização de Obras

Assim como o nome diz, estas placas têm o objetivo de informar os motoristas sobre a proximidade de obras nas vias.

Normalmente as placas de sinalização de obras possuem um formato quadrado com fundo laranja, com exceção para quatro delas, que têm a forma retangular.

As placas de sinalização de obras indicam:

  • Lombada
  • Obras
  • Depressão
  • Projeção de Cascalho
  • Parada Obrigatória à Frente
  • Área com Desmoronamento
  • Pista Irregular
  • Altura Limitada
  • Mão Dupla Adiante
  • Caminhões na Pista
  • Pista Escorregadia
  • Estreitamento de Pista à Direita
  • Estreitamento de Pista ao Centro
  • Início de Pista Dividida
  • Altura Limitada
  • Largura Limitada
  • Desvio à Esquerda a 200m
  • Desvio à Direita
  • Desvio à Direita a 200m
  • Desvio à Esquerda

Sinalização Horizontal

Diferentemente das sinalizações verticais, as placas de sinalização horizontal têm como característica a utilização de marcações, linhas, legendas e símbolos pintados ou aplicados sobre as vias.

Essas sinalizações podem ter a cor amarela, azul, vermelha, branca ou preta. A faixa de pedestres é um exemplo deste tipo de sinalização.

A sinalização horizontal tem como objetivo organizar o fluxo de pedestres e veículos e orientar e controlar os deslocamentos em diferentes situações.

Placas de trânsito curiosas de outros países

Placas de trânsito curiosas de outros países
Fonte: Garagem 360

As placas de trânsito normalmente possuem uma linguagem universal, para que os motoristas possam se orientar da forma correta, mesmo estando em países diferentes do seu de origem.

Porém, cada local possui placas de trânsito específicas às necessidades que são encontradas em determinadas regiões.

Algumas delas são bastante curiosas, por exemplo:

Crocodilos na Pista

Em alguns locais dos Estados Unidos é necessário atenção aos crocodilos, que podem porventura cruzar as vias.

Cuidado com os Cangurus

Na Austrália, os cangurus podem provocar graves acidentes automotivos.

Área de Tsunamis

Algumas regiões do Chile possuem placas que advertem sobre o risco de tsunamis.

Área de Circulação de Pinguins

Na Nova Zelândia, os condutores precisam ficar atentos aos pinguins que, vez ou outra, cruzam as estradas.

Circulação de Motos para Neve

Na Finlândia, a placa mostra que na área é permitida a circulação de motos especiais para a neve