loader image

Como Tirar Risco de Vidro de Carros? Veja as Melhores Dicas

Quer saber como tirar risco de vidro de carros? Então, veja as dicas que o Review Auto preparou!

Esse é um procedimento fundamental para a manutenção visual do veículo, uma vez que os riscos atrapalham a visão do motorista e tiram também um pouco da beleza do automóvel.

Mas, infelizmente, os vidros estão sujeitos ao surgimento desses arranhões, já que são mais delicados do que parecem.

O movimento das palhetas no para-brisa (para cima e para baixo) ou o subir e descer dos vidros nas janelas, por exemplo, são alguns dos principais causadores.

Mas, como eliminar de vez esse problema? É isso que você vai descobrir agora!

Como tirar risco de vidro de carros de forma caseira?

Quando se fala em tirar esses arranhões, é preciso levar em consideração o seu grau de profundidade. Aliás, falando em arranhões, você também pode gostar desse nosso conteúdo que ensina como tirar arranhões do carro.

Bem, o que acontece é que, tratando-se de vidros, um risco muito profundo exigirá um método mais abrasivo, que consiga realmente surtir algum efeito para minimizar esse problema.

Por outro lado, há também alguns que são bem superficiais e possuem uma remoção mais simples, que pode sair até mesmo com soluções totalmente caseiras.

O mais importante é ter essa compreensão para que seja possível perceber os resultados de uma forma mais clara.

Assim, seguindo o passo a passo e com os produtos corretos, dá para alcançar um nível bem interessante de remoção de riscos, renovando a superfície do material.

Quanto às alternativas caseiras, as mais comuns envolvem passos simples com produtos como pasta de dente ou então cera de polimento. Confira!

Pasta de dente e bicarbonato de sódio

Um modo caseiro para tirar risco de vidro de carros é por meio do uso da pasta de dente, que também já conta com aplicações na limpeza de espelhos.

Nesse caso, basta fazer uma mistura homogênea com bicarbonato de sódio, sem que nenhum grão fique sem ser dissolvido. Com a pasta devidamente misturada, basta aplicar com muito cuidado sobre o para-brisa ou em outro vidro.

Trata-se de uma aplicação simples, apenas no local do arranhão, e sem a necessidade de tantos excessos. Assim, tudo o que é preciso é esperar a pasta agir por cerca de 5 minutos, tempo suficiente para ela fazer sua mágica.

O último passo é jogar um pouco de água e remover a mistura também com um pano seco (flanela).

Apenas isso já será o suficiente para melhorar bastante os riscos no vidro, mas caso queira um resultado ainda melhor, basta aplicar glicerina e óxido de ferro.

Para a remoção dessa última mistura, é preciso apenas passar novamente uma flanela sobre o local.

Uma dica importante é realizar todo o procedimento em um local sombreado, para evitar que o vidro aqueça e interfira na limpeza. E a utilização de um limpa-vidros para retirar algum resíduo também faz a diferença no fim das contas.

Cera de polimento

Outra alternativa bem interessante de como tirar risco de vidro de carros é com o uso da cera de polimento.

Nesse caso, a cera é uma tradicional, a mesma utilizada para passar em todo o veículo. Assim, dá para aproveitar um material que já deve estar acessível em casa.

E o outro item necessário para essa limpeza é a esponja de aço, comum também nos lares brasileiros.

O polimento manual fará uma renovação da superfície do vidro, deixando um aspecto mais regular.

E o procedimento é bem simples, sendo preciso simplesmente colocar um pouco da cera na esponja e fazer movimentos circulares no vidro.

Vale lembrar que é indispensável que o movimento seja bem leve, para não piorar a situação, criando mais arranhões.

Depois de realizar o procedimento por toda a superfície, basta retirar o excesso com uma flanela bem limpa, algodão, ou algo similar.

Esse é um processo bem eficiente, ideal para riscos sem tanta profundidade. E já na primeira aplicação é possível atingir resultados incríveis.

Como tirar um risco profundo de vidro de carros?

Uma solução efetiva, para tirar riscos profundos, é através do polimento do vidro, agora de uma forma mais profissional, similar ao polimento da pintura do carro em locais especializados.

Esse é um processo mais demorado, mas com eficiência garantida, sendo o método aplicado em diversas oficinas automotivas do país.

O vidro tem a característica de ser mais duro e resistente do que a tinta do carro, o que torna tudo um pouco mais complicado de se fazer. E quanto é um vidro temperado, a resistência é ainda maior.

Mas, com os materiais corretos, é possível alcançar um nível perfeito, deixando a área arranhada como nova. Para isso, será preciso ter alguns itens:

  • Politriz com uma boina de feltro;
  • Polidor de vidro apropriado;
  • Termômetro digital.

Para essa ação, é fundamental também tomar o cuidado de não deixar o vidro superaquecer. Assim, uma margem de segurança interessante é 60 ºC, para evitar qualquer problema decorrente.

A medição é bem simples, sendo necessário apenas um termômetro digital para acompanhar essa temperatura.

Quanto à rotação da politriz, ela deve ser baixa, com cerca de 1.200 rpm. Isso também ajudará a reduzir a geração de calor.

Com tudo preparado, basta polir o local com o risco profundo, borrifando um pouco de água na boina, quando necessário.

Outro ponto que também é preciso bastante atenção é na verificação das rachaduras ou trincos. Isso porque esse método não é indicado para esses vidros, uma vez que pode acabar causando algum problema durante o manuseio da politriz.

Conclusão

Como foi possível observar, há ótimas alternativas de como tirar risco de vidro de carros de forma eficiente.

Tudo vai depender, é claro, da adequação do método com o nível dos arranhões, aplicando a técnica correta a depender da profundidade.

Com a retirada dos riscos, o vidro voltará a oferecer uma visibilidade maior, permitindo mais segurança nas viagens.

E então, conhecia alguma das técnicas mostradas no artigo? Deixe aqui nos comentários qual método você costuma utilizar!

Confira também muitos outros materiais sobre o mundo automotivo, com conteúdos voltados para quem gosta desse tema.

Até a próxima!