Para que serve aditivo de radiador?

Para Que Serve Aditivo de Radiador? Explicamos Tudo Aqui

Entender para que serve aditivo de radiador é um ponto indispensável para que seja possível cuidar melhor do veículo.

Afinal, esse é um fluido fundamental do sistema de arrefecimento do carro, e que também deve fazer parte de revisões regulares.

Assim, após observar melhor todas as suas características e funções, será possível se manter alerta quanto à sua necessidade.

Como funciona o sistema de arrefecimento do carro?

Como funciona o sistema de arrefecimento do carro?
Fonte: Autoesporte

Para um funcionamento eficiente de um veículo, é preciso que o motor atue sempre de forma adequada. Assim, conforme aquece com a queima dos combustíveis, é indispensável que haja um sistema de arrefecimento.

Através dele, o veículo poderá continuar sua atuação sem sobreaquecer, o que levaria uma fundição das peças.

Nesse caso, esse sistema é composto por diversas seguintes partes:

  • Radiador;
  • Conjunto de mangueiras;
  • Bomba d’água;
  • Sensor de temperatura;
  • Vaso expansor;
  • Válvula termostática.

E o aditivo de radiador é um componente que atua junto da água dentro desse sistema, resfriando o motor através da troca de calor.

Aditivo do radiador: o que é?

Como mencionado, o aditivo é uma das partes fundamentais para o funcionamento eficiente do motor do veículo.

Nesse caso, trata-se de um líquido que é adicionado à água do sistema de arrefecimento, com o objetivo de potencializar sua função.

Essa mistura fica no radiador e é indispensável, dado que a água sozinha não consegue agir como necessário.

Leia também: Como Calibrar Pneu: Saiba Todos os Detalhes Aqui

Para que serve aditivo de radiador?

Para que serve aditivo de radiador?
Fonte: Minuto Seguros

A resposta geral para essa pergunta é que o aditivo serve justamente para contribuir no resfriamento do motor do veículo.

No entanto, essa função maior parte de pontos bem mais específicos que atuam em conjunto para o cumprimento desse processo. Assim, algumas utilidades primordiais desse líquido são:

Impedir que a água evapore

A primeira grande função do aditivo para radiador é simplesmente impedir que a água desse processo evapore.

Afinal, durante a queima dos combustíveis, o motor consegue atingir até 120 ºC, o que é bem mais do que o limite suportado pela água.

É preciso observar, nesse caso, o chamado ponto de ebulição, que é quando inicia-se a evaporação dos elementos.

E a água tem como ponto de ebulição apenas 100 ºC, fazendo com que o calor do motor seja capaz de fazê-la evaporar completamente.

Assim, o que o aditivo de radiador faz é simplesmente se misturar com a água e aumentar a sua capacidade de suportar o calor sem sumir.

Dessa forma, trata-se de uma função primordial e indispensável para um funcionamento correto do carro.

Vale lembrar que caso todo o líquido evapore, a possibilidade do motor fundir é altíssima, causando danos sérios ao veículo.

Impedir que a água congele

Uma função secundária, mas também extremamente importante do aditivo para radiador é impedir que a água se congele.

Nesse caso, embora ela não evapore do radiador, o líquido não conseguirá realizar suas funções. Afinal, estará em estado sólido e fluirá.

Assim, o líquido age também como um protetor da água, fazendo com que ela permaneça em seu estado líquido mesmo em uma baixa temperatura.

Essa função se faz indispensável para os períodos mais frios de algumas regiões do Brasil, como o Sul ou o Sudeste, onde esse congelamento é uma situação real.

Atuar como um agente anti-corrosivo

Outra função do aditivo para radiador, mas que também não deixa de ser muito importante, é a de impedir a corrosão do sistema de arrefecimento.

Nesse caso, devido à presença da água, a oxidação de algumas peças é muito provável, mas com o aditivo, tudo fica bem mais difícil.

Ele age justamente com um agente protetor e lubrificador de todo o sistema, contribuindo diretamente para o funcionamento correto.

Demonstrar vazamentos

Grande parte dos aditivos conta com uma coloração bem chamativa, como um verde ou um rosa forte.

E essa cor também cumpre um papel secundário importante, que é a de dar cor à água.

Nesse caso, por ser incolor, caso haja um vazamento no radiador, a água não conseguirá demonstrar esse fator.

E é aí que entra o aditivo, que consegue chamar a atenção no caso de um escape inadequado do líquido de arrefecimento.

Dessa forma, o produto ajuda a prevenir maiores problemas, já que rodar sem o fluido no radiador seria o fim do motor.

É possível andar apenas com água no radiador?

Entender para que serve aditivo de radiador é fundamental para compreender essa questão.

Afinal, como foi possível observar no tópico anterior, esse líquido possui um papel fundamental no sistema de arrefecimento.

Por isso, possui uso obrigatório para um funcionamento correto e eficiente do motor, dado que atua com a proteção geral do mesmo.

Ao se observar apenas uma de suas funções, que é a de evitar que a água evapore, essa questão fica bastante clara.

Nesse caso, sem a presença desse aditivo toda a água do radiador evaporaria, deixando o motor sem uma forma de resfriar.

Esse processo, por sua vez, consequentemente levaria a uma fundição das peças do mesmo, o que seria um prejuízo considerável.

Então, mesmo em situações emergenciais, o recomendado é sempre optar por essa utilização.

Principais tipos de aditivos

No mercado, é possível encontrar algumas variações disponíveis, relativas a diferentes aditivos.

Nesse caso, há diferenciais quanto a cor e também quanto ao próprio modo de aplicação e preparo.

Assim, há os aditivos que são adquiridos prontos para o uso e também os conteúdos mais concentrados, que devem ser diluídos.

Pronto para uso –  é uma forma bem comum de adquirir esses produtos, já que eles já são preparados para a utilização.

Tudo o que é preciso é adicioná-lo diretamente no reservatório do radiador, junto com  a água, respeitando as indicações do fabricante.

Concentrado – diferentemente do anterior, ele ainda não está apropriado para a adição do radiador, devendo ser preparado antes.

De todo modo, trata-se de um processo simples, bastando apenas ser diluído e apenas depois incluído no sistema.

Assim como no pronto para uso, o que vai comandar essa utilização é a própria indicação do produto, havendo diferenças para marcas e modelos de veículos.

Diferenças entre as cores

A cor também é um ponto importante a se considerar. Assim, como mencionado, elas cumprem também um papel secundário no sistema.

Afinal, servem para demonstrar um vazamento do líquido de arrefecimento. No entanto, não é apenas isso que leva a produção de aditivos com cores diferentes.

Uma explicação comum é a indicação de um composto químico sintético ou então orgânico, mas a composição permanece praticamente a mesma.

Quando trocar o aditivo para radiador?

Quando trocar o aditivo para radiador?
Fonte: InstaCarro.com

Tão importante quanto saber exatamente para que serve aditivo de radiador é entender mais profundamente sua utilização.

Nesse caso, um ponto importante a se considerar é justamente sua “vida útil”, que é o período em que ele continuará atuando de forma eficiente com a água.

Assim, é possível medir esse tempo de troca tanto pela quilometragem quanto pelo próprio período de utilização.

De uma forma geral, quando o veículo bater os 30 mil quilômetros rodados após a última troca, já será o momento ideal. Outra alternativa é optar por colocar um novo aditivo a cada ano.

De todo modo, o que realmente vai definir esse tempo é o próprio manual do fabricante.

Afinal, há muitas variações de um modelo para outro e cada um pode oferecer um sistema diferente.

Qual o melhor lugar para trocar o aditivo?

Esse é um item fundamental para o veículo, e por isso conta com uma boa comercialização.

Assim, é possível encontrar esse fluido em lojas automobilísticas ou em oficinas.

No entanto, uma opção bem prática é aproveitar a revisão do carro e observar se já não está no momento certo de colocar um novo aditivo.

Uma prática comum é realizar esse processo nos postos de combustíveis, enquanto se abastece o veículo. Contudo, essa não é a alternativa mais adequada.

O grande problema dessa opção é o simples fato do motor estar em uma temperatura bem mais elevada.

Assim, essa substituição não ocorrerá de uma maneira tão eficiente, podendo gerar alguns problemas como evaporação, etc.

O mais indicado é realmente aproveitar um período em que o veículo esteja mais frio e que haja um tempo de descanso antes que ele volte a funcionar.

Como saber se o sistema de arrefecimento está com problemas?

Entender para que serve aditivo de radiador é algo importante também para perceber o aparecimento de problemas de uma forma muito mais eficiente.

Nesse caso, o veículo mostra alguns sinais claros de que o fluido não está atuando da forma correta.

Nível indicativo do fluido

De uma forma geral, todo o sistema de refrigeração do motor é fechado, o que ajuda a impedir a evaporação do líquido.

Assim, com o passar do tempo, embora ele vá perdendo sua qualidade, o nível do recipiente deve permanecer sempre o mesmo.

Por tanto, ao dar uma olhada e perceber que a indicação está abaixo do padrão, é um sinal de que está havendo um vazamento ou outro problema com alguma peça.

Nesse caso, o próprio líquido irá ajudar a perceber essa questão, já que a coloração forte serve também para que seja possível perceber isso.

Temperatura elevada

Outra opção bem mais simples é sempre ficar de olho na temperatura do veículo. Nesse caso, o próprio carro possui um marcador que irá indicar um calor excessivo.

Assim, sempre que o automóvel estiver funcionando, basta não esquecer de observar essa indicação.

Esse é um modo fácil de acompanhar também como está o nível do fluido, já que sua falta é que causa esse aumento de temperatura.

A importância do uso de água destilada

Outra questão muito importante sobre o líquido de arrefecimento é em relação à qualidade da água a ser utilizada.

Nesse caso, é sempre importante buscar uma água destilada, ou seja, desmineralizada.

Dessa forma, não é possível usar a água da torneira ou nem mesmo qualquer outra opção filtrada.

Afinal, ela continuará sendo rica em minerais, que é justamente o que irá causar problemas maiores no motor, como a corrosão de algumas peças.

Assim, embora o aditivo sirva também para impedir esse fator, nem mesmo sua presença é capaz de combater esse processo a longo tempo.

A água sem os minerais não oferece esse tipo de risco, e é por isso que é a mais indicada para fazer parte do sistema.

É possível completar o líquido de arrefecimento apenas com água?

É possível completar o líquido de arrefecimento apenas com água?
Fonte: InstaCarro.com

Como mencionado, o correto é que o líquido de refrigeração do motor mantenha-se no nível adequado, já que ele não é para evaporar.

No entanto, nos casos em que o líquido atinge um nível inferior ao demarcado, é sempre importante lembrar de não completar apenas com água.

Assim, há dois pontos básicos que tornam essa alternativa totalmente inadequada. São eles:

Diminuição da concentração do aditivo para radiador

O líquido de arrefecimento possui uma porcentagem ideal de composição para cada veículo, e a quantidade de água deve obedecer esse padrão.

Então, quando há uma redução no nível geral do fluido, completar apenas com a água não é a saída correta.

Afinal, isso irá aumentar a sua proporção em relação ao aditivo, reduzindo sua eficiência geral.

A própria proteção anti-evaporação ou anti-corrosão, por exemplo, seria bastante comprometida.

Ocultar um problema maior

Se há uma redução no nível é porque realmente há algum outro problema causando esse escape do líquido.

Muito provavelmente há um pequeno vazamento no sistema, e é justamente ele que deve ser combatido.

Assim, completar o líquido apenas com água, além de não trazer o efeito desejado, também ocultaria de forma temporária a causa do problema.

Desse modo, o que realmente deve-se procurar é encontrar a raiz do problema e tratar de uma vez por todas.

Afinal, completar esse nível, mesmo que com o fluido certo seria algo muito temporário e levaria a muito mais trabalho do que o necessário.

Isso dado que seria preciso uma atenção muito mais frequente, e uma reposição constante do líquido.

Agora que você já sabe para que serve aditivo de radiador, poderá cuidar muito melhor do seu veículo. Leia mais conteúdos relacionados aqui no Review Auto. Até a próxima!