loader image

Carros Esportivos Baratos: Conheça 10 Modelos para você Avaliar

Os carros esportivos baratos são acessíveis e atraentes para quem busca mais liberdade ao dirigir. Além do mais, eles são mais fáceis de manter do que os super luxuosos.

Por isso, veja a lista de 10 modelos incríveis que selecionamos para você!

Quais são os carros esportivos?

A princípio, não existe uma definição precisa do que é um carro esportivo. No entanto, os modelos desse tipo compartilham algumas características essenciais. Por exemplo, o desempenho do motor e o design arrojado. Veja mais detalhes a seguir.

Posição do motor

Sem dúvidas, os aspectos que mais chamam a atenção nos esportivos são potência e velocidade. Ou seja, eles superam, com facilidade, os 220 km/h. Por outro lado, seus motores não apresentam menos de 150 cv.

Em geral, os carros esportivos têm motor dianteiro ou central. Enquanto a maior parte dos veículos conta com propulsão dianteira transversal, a posição mais para o meio garante maior equilíbrio em relação ao peso.

Por esse mesmo motivo, a tração costuma ser traseira. Com isso, o desgaste dos pneus tende a ser mais uniforme também.

Altura

Os carros esportivos precisam de muita estabilidade devido às velocidades que podem atingir. Então, uma de suas características é estar mais perto do chão.

Espaço interno

Pouco espaço interno e apenas dois assentos na parte da frente ficaram no passado. Hoje em dia, os esportivos apostam em maior espaço interno. Especialmente os mais baratos.

Dessa maneira, eles conquistam cada vez mais o gosto do público geral.

As diferenças entre carro esportivo e esportivado

Muitos não sabem, porém, algumas marcas vendem como esportivos, modelos que não são. Contudo, eles são esportivados, com modificações que os deixam mais próximos desse tipo de carro. Por exemplo, os fabricantes mudam o design, mas não a mecânica.

Embora não haja uma descrição exata do que é um carro esportivo, há alguns critérios que o diferencia do esportivado. São eles:

  • Suspensão recalibrada;
  • Amortecedores mais firmes;
  • Pouca distância em relação ao solo;
  • Motor mais potente;
  • Adornos aerodinâmicos.

Então, é preciso ficar de olho se o automóvel possui essas características. Senão, você corre o risco de não receber a potência que está esperando.

Top 10 carros esportivos baratos

Os carros esportivos, em um passado não tão distante, eram sinônimo de luxo. Entretanto, isso vem mudando e modelos mais em conta estão ganhando o mercado. Até porque, com o avanço da tecnologia, as marcas podem oferecer mais por menos.

Um fator que também favoreceu a oferta de carros esportivos mais baratos foi o aumento do número de fabricantes. Desse modo, o mercado se tornou mais competitivo. Portanto, veja o top 10 dos modelos que valem a pena conferir!

Renault Sandero RS

Renault Sandero RS
Fonte: Quatro Rodas

A versão RS do Renault Sandero faz jus ao sobrenome “espírito de corrida” (racing spirit). Em termos de aceleração, ele vai de 0 a 100 km/h em 8 segundos. Ainda, sua velocidade máxima é 202 km/h. O motor 2.0 vem em conexão com uma caixa manual de 6 marchas.

Com relação à potência e torque, ele oferece 145/150 cv a 5.750 rpm e 20,2/20,9 kgfm a 4.000 rpm. Também, a suspensão recalibrada e o rebaixamento de 19 mm complementam os aspectos mais esportivos.

Seu interior é espaçoso, porém não luxuoso. Mesmo porque, para manter um bom custo-benefício, a marca optou por economizar nesse quesito. Logo, grande parte do acabamento é de plástico e, os assentos, de tecido.

O consumo não é dos melhores e fica em 7,2 km/l, na cidade. Por outro lado, nas estradas, o Sandero RS faz 8,7 km/l.

Ford Mustang Black Shadow

Ford Mustang Black Shadow
Fonte: Revista Carro

A primeira versão do Ford Mustang é de 1964. Desde então, o modelo icônico passou por diversas modificações. Assim, em 2020, quando ele completou 55 anos, a marca lançou o Black Shadow.

Seu visual é impactante, com os vincos característicos dos carros esportivos. Além disso, a versão especial possui um aerofólio na cor preta. O revestimento dos assentos e das portas são de alcântara, enquanto o painel conta com uma tela de 12”.

Com relação ao motor, ele não decepciona. Aliás, longe disso, pois conta com um 5.0 V8 Coyote. Dessa maneira, em potência e torque o Black Shadow entrega 466 cv e 55 kgfm.

Ainda, o câmbio automático é de 10 marchas, SelectShift e os modos de condução são:

  • Esportivo;
  • Normal;
  • Esportivo+;
  • Pista;
  • MyMode;
  • Neve/molhado;
  • Modo Drag.

Em termos de aceleração, o modelo histórico alcança 100 km/h em 4,9 segundos. Enfim, o consumo fica entre 4,7 km/l em ambientes urbanos e 9,5 km/l na estrada.

Honda Civic Si

Honda Civic Si
Fonte: Motor1

O Honda Civic é um dos sedãs mais populares do Brasil. Por outro lado, Si é uma sigla para “sport injection”. Assim, o resultado dessa combinação é um dos carros esportivos mais baratos do Brasil (e também um dos mais satisfatórios).

Seu motor turbo 1.5 tem potência e torque de 208 cv a 5.700 rpm e 26,5 kgfm a 2.100 rpm. Graças a ele, a aceleração de 0 km/h a 100 km/h acontece em 7 segundos. Além disso, ele atinge a velocidade máxima de 238 km/h.

Quanto ao visual, se destacam o aerofólio na cor do modelo e o design arrojado. Já no interior, a aparência de esportivo fica por conta dos detalhes em vermelho. Também, as pedaleiras de alumínio e o acabamento do painel dão o toque final.

O câmbio é manual, de 6 marchas e a direção é elétrica. Por último, o consumo na cidade é de 11,2 km/l e na estrada, 13,7 km/l.

Volkswagen Jetta GLi

Volkswagen Jetta GLi
Fonte: Quatro Rodas

Esse sedã tem motor turbo 2.0 em conexão com uma transmissão automática, 6 marchas. Dessa forma, a potência e o torque ficam em 230 cv e 35,7 kgf/m. Ainda, ele chega a 250 km/h e atinge os 100 km/h em apenas 6,8 segundos.

No que diz respeito à aparência, ele não chama a atenção pelo visual esportivo. A não ser pelas pinças vermelhas e outros detalhes, há poucas coisas que o diferenciam. Em outras palavras, o Jetta GLi parece muito com outros Volkswagen “comuns”.

O modelo entra na lista dos top 10 carros esportivos baratos pelo seu custo-benefício. Além disso, algumas configurações o tornam uma boa opção para o uso cotidiano. Por exemplo, uma suspensão menos “dura”, forte característica dos carros esportivos mais tradicionais.

Peugeot 208 GT

Peugeot e208 GT
Fonte: Quatro Rodas

Com um design discreto, o Peugeot 208 GT é um hatch compacto esportivo.

O motor 1.6 THP Flex conta com uma potência de 166/173 cv a 6.000 rpm (gasolina/etanol). Ainda, o torque é 24,5 kgfm começando em 1.400 rpm com ambos combustíveis.

A aparência pode levar o motorista a desmerecer seu desempenho. Mas isso seria um erro, já que o 208 GT atinge até 222 km/h. Por outro lado, ele vai de 0 a 100 km/h em 7,6 segundos. O consumo fica entre 8,5 km/l (cidade) e 10,1 km/l (estrada).

Na parte interna é possível encontrar mais detalhes “esportivos”, na cor vermelha. Também, a alavanca de câmbio cromada e os bancos com couro e tecido reforçam isso. Enfim, a central multimídia conta com uma boa quantidade de recursos, que incluem:

  • Car Play;
  • GPS;
  • Câmera de ré;
  • MirrorLink;
  • USB;
  • Bluetooth.

Volkswagen Polo GTS

Volkswagen Polo GTS
Fonte: Quatro Rodas

Outro carro esportivo mais barato desse top 10 é o Polo GTS. Assim como o Jetta, ele conta com uma linha vermelha na dianteira. Já na parte de dentro, há detalhes na mesma cor e pedaleiras de alumínio. Além disso, os assentos possuem apoios de cabeça integrados.

Seu motor é um TSI 1.4 com 50 cv a gasolina ou etanol. Apresenta até 25,5 kgfm de torque entre 1.500 e 3.800 rpm. Por outro lado, ele conta com transmissão automática de 6 marchas.

A sua velocidade máxima é 207 km/h e atinge 100 km/h em 8,4 segundos. A tração é dianteira e a direção é elétrica.

Quanto ao consumo, ele varia de acordo com o combustível. Dessa maneira, com gasolina e na cidade a relação é de 11 km/l. Contudo, na estrada o número muda para 13,7 km/l. Com etanol ele faz 7,5 km/l na cidade e 9,6 km/l na estrada.

Mini John Cooper Works

Mini John Cooper Works
Fonte: Motor1

A Mini é uma marca de origem inglesa e existe desde os anos 50. Ao longo do tempo, seus modelos a tornaram ícone naquele país. Isso porque eles são super compactos, mas também potentes. E o caso do Mini John Cooper Works não é diferente.

O visual do modelo padrão chama a atenção, com sua carroceria preta e teto vermelho. No entanto, outras cores estão disponíveis como vermelho, cinza e branco. No interior, os bancos em alcântara revelam a qualidade do acabamento desse esportivo.

Seu motor 2.0 conta com a tecnologia TwinPower Turbo. Assim, ele entrega até 231 cv de potência. Ainda, um torque de 32,6 kgfm, entre 1.450 e 4.800 rpm. O câmbio é do tipo Steptronic Sport de 8 marchas.

O Mini John Cooper Works atinge a máxima de 246 km/h. Por outro lado, ele vai de 0 km/h a 100 km/h em 6,1 segundos.

Volkswagen Golf GTI

Volkswagen Golf GTi VR6
Fonte: Autoesporte

Em sua 8ª geração, o Golf GTI segue firme no mercado, mais de 40 anos depois de seu lançamento. Mesmo sendo um hot hatch, a configuração revela sua alma esportiva. Por exemplo, seu motor é um 2.0 turbo de 230 cv e 35,7 kgfm de torque, além do câmbio DSG.

Com isso, sua velocidade máxima é 238 km/h. Ainda, acelera a 100 km/h em 7 segundos. Também, o consumo é de 10,2 km/l na cidade e 12,1 km/l na estrada. Ou seja, números excelentes, em especial levando em conta sua mecânica.

O exterior conta com a linha vermelha como o Polo GTS e o Jetta GLi. Além disso, o 3º Volkswagen dessa lista é espaçoso e confortável. Enfim, o acabamento de seu interior fica acima da média e denota o ar esportivo.

Subaru WRX

Subaru WRX
Fonte: Quatro Rodas

A Subaru também é uma marca que surgiu nos anos 50. Entretanto, ela tem sua origem no Japão. Assim, com mais de 60 anos de história, ela emplacou alguns modelos como:

  • Impreza;
  • Legacy;
  • BRZ.

O WRX é um dos mais famosos e, com versões modificadas, compete em ralis. Aliás, ele surgiu como uma versão esportiva do Impreza, mas depois ganhou força própria.

Sua versão mais atual conta com motor 2.4 turbo. Dessa forma, sua potência é de 275 cv e 35,5 kgfm de torque. O câmbio é automático, do tipo CVT, e possui 8 marchas. Além disso, ele tem tração integral S-AWD.

Em termos de design, o Subaru é arrojado e com linhas pouco convencionais. No entanto, ele traz detalhes característicos de carros esportivos. Por exemplo, a grade com desenho de colmeia e centro de gravidade rebaixado.

Citroën C4 Cactus

Citroën C4 Cactus
Fonte: Quatro Rodas

O Citroën C4 Cactus é robusto e seu visual não é tão esportivo assim. Mas isso não significa que ele não tenha estilo. Mesmo porque a proposta é ser mais um SUV. Aliás, ele tem um espaço interno amplo e o porta-malas tem 320 litros.

Bem como outros carros desse top 10, o caráter esportivo está na sua configuração. O modelo tem motor turbo 1.6 THP. Além disso, sua potência chega a 166 cv (gasolina) ou 173 cv (etanol) a 6.000 rpm. Por outro lado, o torque é de  24,5 kgfm a 1.400 rpm.

O C4 Cactus vai de 0 a 100 km/h em 7,3 segundos e tem máxima de 212 km/h. Ainda, seu consumo é 11,9 km/l na cidade e 14,3 km/l na estrada, à gasolina. O câmbio automático conta com 6 marchas. Seus recursos oferecem uma boa experiência no uso cotidiano.

O que saber antes de comprar um esportivo?

Comprar um veículo demanda sempre muita pesquisa. Ainda mais se você quer investir um pouco mais, como no caso de um esportivo. Por essa razão, é crucial saber o que buscar, para fazer a melhor escolha.

Um fator a se ter em conta em relação aos esportivos é o uso. Ou seja, saber que situações o veículo enfrentará. Por exemplo, na cidade, os modelos mais baixos podem gerar certo estresse. Isso porque em buracos, lombadas e desníveis o carro certamente tocará o chão.

Por outro lado, em estradas e percursos mais longos fora da cidade, os esportivos têm melhor aproveitamento. Em outras palavras, nesses ambientes é possível curtir toda a potência que eles têm para oferecer.

Outro aspecto desse tipo de automóvel é o espaço interno. Embora haja modelos com interior mais amplo, talvez um carro esportivo não seja a melhor pedida para uma família. Ou, ainda, para aqueles que necessitem transportar itens grandes no dia a dia.

Cuidados especiais com carros esportivos baratos

A manutenção é um fator a se considerar na compra de um carro esportivo. Em primeiro lugar, para que o funcionamento do veículo seja perfeito. Depois, porque nem sempre as peças para consertos estão tão disponíveis quanto de modelos populares.

Outro cuidado essencial tem a ver com a direção no ambiente urbano. Como os esportivos, em geral, são bem baixos, é necessário evitar os buracos e desníveis. Da mesma maneira, é preciso ter atenção ao estacionar, pois a manobra de saída pode exigir certa paciência.

A pintura também precisa de atenção especial. Afinal, o visual é um dos aspectos mais interessantes desse tipo de veículo. Por isso, o ideal é usar produtos específicos e de qualidade. Por exemplo, shampoos automotivos e ceras com carnaúba, que dão brilho.

Enfim, verificar o estado dos pneus é uma questão de segurança. Dessa maneira, é possível aproveitar as altas velocidades, reduzindo o risco de acidentes.

Vale a pena investir em carros esportivos baratos?

Hoje em dia, um carro esportivo não é, necessariamente, um item de luxo. Até porque é possível encontrar modelos mais acessíveis, como os dessa lista. Mesmo assim, muitos questionam se os mais baratos valem a pena.

Os carros esportivos dessa faixa de preço, em geral, unem praticidade e bom custo-benefício. Em outras palavras, eles são úteis para o uso cotidiano, no ambiente urbano. Ao mesmo tempo, suas configurações agradam aos amantes da velocidade.

Também, os valores de manutenção e impostos são igualmente mais acessíveis. Por último, é preciso considerar uma eventual revenda e todos os fatores relacionados a ela. Ou seja, desvalorização e liquidez, por exemplo.

Portanto, saber se um esportivo barato vale a pena ou não, depende do objetivo. Além disso, do quanto você pode investir e o equilíbrio entre esses dois aspectos.

Compre um carro esportivo barato e seja livre

Quem é fã de altas velocidades sabe tudo sobre carros esportivos. No entanto, nem todos os modelos são, de fato, acessíveis. Ainda mais para aqueles que necessitam de um veículo para o dia a dia e, ao mesmo tempo, não podem adquirir mais de um.

Dessa forma, esses automóveis são uma solução para esse tipo de público. Isso porque eles aliam performance a um valor que cabe no bolso. Portanto, invista em um desses carros esportivos baratos e seja livre ao dirigir além dos 120 km/h.