loader image

Sem Parar vale a pena? Saiba tudo sobre o sistema de tag!

O Sem Parar é um sistema que permite que você passe por pedágios e estacionamentos sem ter que colocar a mão na carteira na hora. Mas, é um sistema que tem um custo. Por isso, será que o Sem Parar vale a pena?

Vamos ver como funciona esse sistema, quais as vantagens e desvantagens e assim, dar um veredicto: afinal, o Sem Parar vale a pena ou não ter em seu veículo? Confira!

O que é o Sem Parar?

No sistema Sem Parar, você adquire um adesivo, denominado tag, o qual deve ser fixado no para brisa do seu veículo.

Após fazer o cadastro, ligando para o número que vem no tag e fornecendo suas informações pessoais, você pode instalar o app no seu celular e acompanhar o extrato.

Você também terá que escolher um dos planos do Sem Parar: um plano pré pago ou um plano pós pago. A diferença é que no plano pré pago, você deverá fazer recargas para sempre ter saldo. É cobrado um valor de recarga, mas não há assinatura mensal.

Já no plano pós pago, você tem um valor de assinatura mensal e os valores de pedágio ou estacionamento, por exemplo, são debitados no seu cartão de crédito.

Além disso, você pode usar o Sem Parar em drive-thrus, como no do McDonald’s, por exemplo, e até em lava rápidos. Outra vantagem é a utilização em postos de combustível para abastecer seu carro.

Como funciona o Sem Parar?

Sistema Sem Parar
Fonte: Folha de Alphaville

Vamos descrever como funciona o Sem Parar em diferentes locais.

Em praças de pedágio

Quando você tem o tag do Sem Parar no para brisa do seu veículo, ao se aproximar de praças de pedágio, você pode se direcionar à cabina exclusive de cobrança automática.

Reduzindo a velocidade a 40 km/h, um sensor via rádio frequência identificará a presença do tag no seu veículo e a cancela do pedágio se abrirá, sem você precisar parar.

Assim, o valor do pedágio será debitado do seu saldo ou então cobrado na fatura do seu cartão de crédito, conforme o plano Sem Parar escolhido.

Estacionamentos

Em estacionamentos, de shoppings, por exemplo, funciona de maneira semelhante: a cancela abre quando você se aproxima, indicando no visor do estacionamento que o sistema Sem Parar será utilizado. Portanto, você não precisa pegar nenhum ticket de estacionamento no local.

Ao sair do estabelecimento, você apenas aproxima o carro do sensor e a cancela abre, automaticamente.

Da mesma forma que nas praças de pedágio, o valor do estacionamento é debitado ou no cartão de crédito ou do sua crédito do Sem Parar.

Você encontra mais de 2000 estabelecimentos de estacionamentos credenciados para usar pagamento via Sem Parar.

Drive-thrus e lava rápidos

Diversos restaurantes de fast-food que possuem o sistema de Drive-thru também são compatíveis com o Sem Parar. Para usar o sistema, basta você falar ao atendente do Drive-thru, por voz, que utilizará o Sem Parar para pagar o que pedir.

São mais de 750 drive-thrus espalhados pelo país.

Além disso, você poderá lavar seu veículo em um dos mais 150 estabelecimentos de lava rápido credenciados para pagamento com o sistema Sem Parar.

Postos de gasolina

Uma outra forma de uso do Sem Parar, bastante útil, é em postos de combustível.

Assim, postos de gasolina da rede Shell e Petrobrás, por exemplo, permitem que você abasteça seu carro, usando o Sem Parar. Inclusive, há bombas específicas para quem for usar esse serviço.

Quando comparamos o Sem Parar com outros sistemas de tags, como Conectcar ou Veloe, por exemplo, o Sem Parar é o único que permite a utilização em postos de combustível para abastecer o veículo.

Planos Sem Parar

Agora que você já sabe como funciona o Sem Parar, vamos descrever os diferentes planos existentes, para quem pessoas físicas.

Basicamente, há duas opções: o plano pré pago, no qual você põe recargas, mas não tem assinatura mensal; e o plano pós pago, que há assinatura mensal e o valor de uso é debitado no cartão de crédito.

Plano pré pago

Você adquire o tag, vendido em diversos estabelecimentos, como supermercados e lojas. Então, cadastra seus dados pessoais, ligando para o número indicado no tag. A seguir, coloca um valor de recarga e pode acompanhar o extrato pelo app.

A cada recarga, é cobrado uma taxa sobre recarga e você tem 90 dias para utilizar o crédito. Caso fique mais tempo sem utilizar, é cobrado uma taxa de R$ 3.

As recargas podem ser feitas com pagamento por cartão, PIX ou boleto bancário.

Não tem assinatura mensal, mas é importante que, caso o motorista opte por esse plano, que ele tenha sempre valor a ser gasto, ou seja, não se esqueça de fazer recargas.

Planos pós pagos

Nesses planos, o tag é de graça, com frete grátis. Há um valor de assinatura mensal e o uso é debitado no seu cartão.

Você pode escolher entre diferentes opções, conforme o perfil do motorista.

Uso em todo lugar

É o plano mais completo. Abrange uso em estradas, estacionamentos de centros urbanos, lava rápido, drive-thru, além de permitir abastecimentos em postos.

O valor da mensalidade é de R$ 32,90 e você ganha 12 mensalidades grátis, caso faça a assinatura. É um belo desconto!

Uso no pedágio

Também chamado plano Flex pedágio, esse é o plano ideal para quem transita muito por estradas, mas não usa em estacionamentos de centros comerciais, por exemplo.

Custa R$ 19,90 por mês e caso o motorista for utilizar em estrada, estacionamentos, drive-thru ou postos de combustível, deverá pagar uma taxa de R$ 13.

Flex na cidade

É o posto do plano Flex pedágio, ou seja, o motorista poderá utilizar o Sem Parar em estacionamentos, drive-thru e postos de combustíveis, por exemplo.

A mensalidade é de R$ 19,90 e caso o motorista opte por usar o serviço em estradas, há a cobrança de uma taxa de R$ 15,90.

Assistência grátis + uso em todo lugar

Por último, esse plano permite todos os benefícios do plano uso em todo lugar, somado à assistência para seu veículo.

Estão inclusos nesse plano as seguintes vantagens de assistência para seu veículo:

  • Recarga de bateria;
  • Pane seca;
  • Troca de pneus;
  • Reboque.

Dessa forma, a mensalidade desse plano é de R$ 24,90. É também uma boa opção, com diversos benefícios para quem não tem seguro de carro e deseja uma proteção maior.

Parcerias

O Sem Parar também tem parcerias com bancos, como o Santander e o banco Original.

Em ambos os casos, você cadastrando o cartão dos respectivos bancos, você tem descontos nas mensalidades.

Outras parcerias são com montadoras de veículos. A Nissan, por exemplo, já inclui a tag instalada no para-brisa de seus veículos zero quilômetro, gratuitamente. Assim, o motorista deve somente ativar a tag e escolher o plano que deseja.

Há também possibilidade de cashback na fatura do Sem parar, quando você faz compras em lojas parceiras.

Como funciona o Sem Parar Empresarial?

O Sem Parar também tem opções para quem é pessoa jurídica. São planos diferenciados, que abrangem tanto a cidade quanto estradas, dependendo de onde você usa seus veículos.

Os valores de assinatura variam de R$ 9,90 nos 3 primeiros meses a R$ 30,90, para empresas que desejam maior autonomia.

Vantagens Sem Parar

Agora que você já sabe quais são os planos e como o Sem Parar funciona, vamos citar quais são suas vantagens:

  • Não ter que pegar fila em pedágios;
  • Não ter que parar em pedágios, economizando combustível e tempo;
  • Cabine exclusive para pagamento automático em pedágios;
  • Não ter que ter dinheiro à mão na hora de pagar;
  • É o sistema mais antigo no Brasil, com maior número de estabelecimentos credenciados;
  • Funciona em 100% das estradas com pedágios no Brasil;
  • Sem preocupações com troco;
  • Maior proteção, visto que não precisa abrir a janela para pagar;
  • Praticidade e conveniência.

Desvantagens

Nem tudo é perfeito e assim como tudo na vida, também há desvantagens no Sem Parar.

Para começar, embora rara, a cancela pode não abrir na hora ou um alarme disparar, quando você for passar, indicando um erro do sistema. Quando isso ocorre, duas situações podem ocorrer:

  • O sistema debita o valor posteriormente, com a cancela sendo aberta manualmente por algum funcionário do pedágio;
  • Você corre o risco de ser cobrado por multa de evasão de pedágio, no valor de R$ 195,23 e ter 5 pontos na carteira.

Infelizmente, há algumas reclamações na internet sobre isso.

O ideal é você aguardar a cancela abrir e então, verificar no app se o valor foi debitado. Conforme o Sem Parar, eles possuem até 15 dias para debitar o valor da sua conta.

Uma sugestão é você entrar em contato com a concessionária de pedágio, por email, indicando em que pedágio isso ocorreu, data e horário aproximado. É o que sugere a Concessionária CCR Nova Dutra, por exemplo. Caso o valor não seja debitado, a própria concessionária envia os dados para o pagamento do pedágio.

Outra desvantagem é que às vezes o sistema pode fazer cobranças indevidas. Por isso, é importante você sempre ficar de olho no seu extrato e entrar em contato com o Sem Parar, sempre que notar algo diferente.

Mas, é importante citar que todas essas desvantagens são pontuais e não são frequentes.

Afinal, o Sem Parar vale a pena?

Sistema Sem Parar
Fonte: Foregon

A resposta correta para essa pergunta é: depende.

Se você é um motorista que usa muito estradas, com pedágios bem como estacionamentos de centros urbanos, sem dúvida o Sem Parar ajuda muito!

É um recurso ideal para você não ter que perder tempo em longas filas de pedágios ou ainda ter que estar com dinheiro contado, em mãos, para o pagamento. Você tem uma cabine exclusiva e não para seu veículo, o que economiza tempo de viagem também.

Além disso, outras vantagens, fora os pedágios é que você pode realizar o pagamento tanto de lanches em drive-thrus, como também o pagamento do abastecimento e lavagem do seu veículo com o Sem Parar.

Agora, se você não usa o seu veículo em estradas, ou é algo muito ocasional, ou ainda, não tem o hábito de estacionar em shoppings ou estabelecimentos que cobram, talvez o Sem Parar não seja um serviço ideal para seu perfil.

Portanto, vale a pena você analisar o seu perfil para poder usufruir das vantagens dos serviços que o Sem Parar te oferece e economizando se for o caso.