loader image

O Que é Isofix? Saiba Tudo Sobre Esse Sistema, Vantagens e Desvantagens

Uma dúvida muito comum entre pais e pessoas que realizam o transporte de crianças e bebês em seus carros é sobre o que é Isofix, uma vez que passam a ouvir esse termo quando se fala de cadeirinhas e disponibilidade em carros.

Embora já seja um sistema conhecido internacionalmente, o Isofix chegou ao Brasil há relativamente pouco tempo e pode deixar várias pessoas confusas, sobre o uso das outras cadeirinhas que utilizam o cinto de segurança comum.

Contudo, para que não mais existam dúvidas sobre isso e você seja capaz de escolher corretamente a dispositivo de contenção para sua criança, deixando-a em completa segurança, vamos conhecer melhor esse sistema e destrinchar suas vantagens e desvantagens.

O que é Isofix? Entendendo melhor o sistema

O sistema Isofix é um sistema de fixação de cadeirinhas infantis desenvolvido e testado na Europa, que garante que esse dispositivo de contenção seja ainda mais seguro do que a cadeirinha e os bebês-conforto, normalmente utilizados.

Nessa alternativa, existem 3 pontos de ancoragem diferentes para que a cadeirinha seja fixada ao carro, passando a fazer parte da carroceria do veículo, portanto, tanto o sistema de retenção infantil quanto o carro deverão contar com o sistema Isofix para que a instalação seja feita corretamente.

Na cadeirinha, é possível perceber que na base traseira dela existem 2 barras de fixação e uma outra que poderá estar ou na parte frontal da base ou na superior das costas. Isso porque o Isofix utilizará um terceiro ponto de ancoragem.

Da mesma forma, para receber uma cadeirinha ou bebê conforto que utilize esse sistema de fixação, é necessário que o automóvel também disponha de 2 barras na parte de baixo do encosto do banco e o terceiro ponto, que pode ser de dois tipos:

  • Top tether: quando a fixação é feita no gancho disponível no assoalho do porta-malas, na parte traseira do banco de trás ou, até mesmo, na tampa dele;
  • Haste de suporte: dispõe a presilha de fixação no assoalho do carro, logo abaixo de onde a cadeirinha será fixada.

Agora que você já sabe o que é Isofix, vamos entender o que a lei de trânsito brasileira diz sobre ele.

Sistema Isofix e a Lei Brasileira

Embora a Lei da Cadeirinha já esteja há vários anos em vigor, e estabeleça exatamente qual o tipo de dispositivo de retenção as crianças devem utilizar de acordo com sua idade, peso e altura, conforme novos padrões de segurança são lançados, é necessário atualizar a lei, de modo que os bebês e crianças estejam cada vez mais seguros.

Alguns dados do INMETRO apontam que a instalação das melhores cadeirinhas que utilizam como contenção o cinto de segurança é feita no banco traseiro por apenas 30% dos usuários.

Em contrapartida, o sistema Isofix consegue elevar esse número para 96% de efetividade, o que demonstra muito mais segurança para os pequenos.

Sendo assim, como o ISO-9001 já atesta a segurança do Isofix, o equipamento foi incorporado no Brasil.

O Conselho Nacional de Trânsito (CONTRAN), por meio da Resolução 518 do ano de 2015, estabelece que os carros novos fabricados a partir de 2018 devem contar com o sistema de fixação Isofix, enquanto a partir de 2020, todos os modelos de veículos para venda deverão contar com o encaixe.

Por vezes, há quem diga que o sistema de trânsito do Brasil é muito exigente ou que faz muitas alterações no funcionamento de sua resolução, mas é importante salientar que nos Estados Unidos, por exemplo, a utilização de gancho de contenção é obrigatória desde 2003, em um sistema análogo ao Isofix, enquanto na Europa desde 2013 o encaixe já é obrigatório em todos os carros.

Cinto de segurança, banco traseiro e Isofix: qual é a melhor opção?

Como vimos, o Isofix atualmente é visto como um sistema de contenção bastante seguro para o transporte das crianças.

Isso porque, mesmo quando os dispositivos que utilizam o cinto de segurança são instalados corretamente, a cadeirinha só estará completamente segura uma vez que ele for acionado, gerando tração, logo, durante uma frenagem ou acidente.

Em compensação, com a haste de suporte no banco e o ponto de ancoragem top tether conhecido ou no assoalho do veículo, a cadeirinha está segura durante todo o tempo.

E, pelos testes realizados pela organização internacional de padronização, a ISO, envolvendo batidas na parte traseira e capotagem confirmam que o sistema Isofix funciona com vantagem para o latch dos EUA e as cadeirinhas atuais.

Como funciona o sistema Isofix?

Como não utiliza o cinto de segurança de 3 pontos para segurar a cadeirinha, o Isofix torna-se parte da carroceria do carro, pelos sistemas de ancoragem utilizados.

Na parte traseira, ao encaixar os ganchos do equipamento ao assento dos veículos, é possível ouvir um sinal sonoro que atesta o uso correto.

Nos modelos que utilizam o top tether ou haste de suporte, observar o ajuste de tração é fundamental para o bom posicionamento.

Vantagens e desvantagens do Isofix

Embora o Departamento Nacional de Trânsito não multe aqueles que não utilizam cadeirinhas com Isofix pela ausência desse sistema no carro, devemos ressaltar que ele se mostra como muito mais seguro para o transporte das crianças, principalmente pelo terceiro ponto que impede que a cadeirinha gire dentro do veículo em caso de acidente.

Mas, vamos conhecer os prós e contras desse equipamento:

Prós

  • Utiliza ganchos que emitem um clique com objetivo de atestar a boa instalação do equipamento;
  • Tem 3 pontos de ancoragem que integram os dispositivos de contenção infantil à estrutura dos veículos;
  • É um dos sistemas de segurança para transporte de crianças no carro de maior segurança até o momento;
  • Protege os pequenos mesmo em colisões traseiras e capotamento de veículos sem deixá-los soltos no assento.

Contras

  • Não está disponível em qualquer veículo, até o momento;
  • Não é possível adaptar cadeiras ou carros para receber o sistema, ou seja, ambos devem tê-lo de fábrica.

Agora que você conhece o que é Isofix e como ele vale a pena para garantir a segurança de sua criança, basta realizar a leitura do manual de seu veículo e confirmar a presença do sistema.

Então, é só ir em busca da cadeira mais adequada para a idade e peso do seu filho, garantindo a segurança de toda sua família durante o trajeto.

Esperamos que esse conteúdo tenha ajudado você. Se ficou com alguma dúvida, deixe um comentário abaixo ou envie um e-mail para a nossa equipe.