loader image

Sedans Mais Econômicos: 15 Modelos Baratos e de Baixo Consumo

Os sedans mais econômicos do Brasil são amplamente procurados por famílias e motoristas de aplicativos e táxis, uma vez que oferecem maior espaço interno de bagageiro e um consumo que não pesa tanto no bolso.

Contudo, em meio a tantos lançamentos de automóveis na atualidade, pode ser complicado realizar a escolha do melhor para a sua condição financeira de compra e manutenção do veículo.

Por isso, fizemos uma seleção com 15 sedãs de primeira para você acompanhar agora!

Os 15 sedans mais econômicos do momento

1. Honda City

O Honda City é um dos modelos de sedans mais econômicos disponíveis no Brasil.

Ele chegou ao país em 2009 e desde então vem passando por atualizações conforme os modelos são lançados para continuar competindo com o Yaris, Versa, Hyundai HB20S e alguns outros concorrentes.

O modelo 2022 vem com um motor 1.5 aspirado com 126 cavalos de potência e 15,5 kg de torque. Além disso, conta com um câmbio CVT que consegue simular 7 marchas para esse carro.

Ele é um dos favoritos entre os sedans compactos mais econômicos, com um porta-malas de 519 litros, que costuma se destacar dos médios comuns.

Ademais, opera em modelo flex, sendo que abastecido com etanol ele faz 8,6 km/l na cidade e 10,3 km/l na estrada.

Já utilizando a gasolina, o City faz 12,4 km/l na cidade e 14,6 km/l na estrada.

O modelo 2022 tem valor a partir de R$ 109 mil.

2. Ford Ka Sedan

O Ford Ka sedã é um dos modelos com ótimo custo-benefício e que as famílias mais buscam pelo conforto interno, tamanho e economia.

O modelo 2022 com motor 1.0 MT flex tem um consumo de combustível de 9,2 km/l na cidade e 10,7 km/l na estrada utilizando o álcool. Ademais, consome 13,4 km/l na cidade e 15,5 km/l na estrada quando é abastecido com gasolina.

O motor 1.0 ainda consegue chegar a 128 cavalos de potência e 15,3 km de torque quando abastecido com gasolina. Mas a Ford também oferece o modelo com motor 1.5.

Além disso, ele conta com câmbio manual de cinco marchas e é constantemente elogiado por sua direção e suspensão. Seu porta-malas é de um tamanho interessante com seus 445 litros.

Para o modelo 2022 o preço inicial é de R$ 60 mil.

3. Fiat Cronos

O Fiat Cronos 1.3 flex é o grande sucessor do Grand Siena que iniciou a história dos sedãs da Fiat no Brasil ainda na década de 1990, mas ocupando lugar entre os sedãs compactos.

Embora só tenha começado a ser vendido em 2018 no país, o Cronos está disponível em diversos modelos, onde varia-se o câmbio e potência do motor.

No entanto, o modelo 1.3 flex conta com até 109 cavalos de potência e 14,2 kg de torque quando abastecido na gasolina. No etanol esses valores chegam a 101 e 11,5 respectivamente.

De acordo com o manual do Inmetro, o consumo de combustível do Cronos é de 9,2 km/l na cidade e 10,7 km/l na estrada quando abastecido com etanol, e 13,2 km/l na cidade e 15km/l na estrada quando utiliza gasolina.

Essas informações fazem dele um dos sedans médios mais econômicos e seu preço de venda acompanha essa fama, sendo que o valor varia de R$ 83 mil a R$ 89 mil.

Junto a todas essas características, esse modelo da Fiat ainda conta com um porta-malas de 525 litros, ultrapassando o tamanho do Honda City.

4. Volkswagen Virtus

Um dos sedans mais econômicos e de maior sucesso da Volkswagens é o Virtus, o modelo correspondente ao hatch Polo. Somente em 2020, foram mais de 30 mil unidades vendidas do carro, um indicador de sucesso.

Esse modelo da VW concorre diretamente com o Onix Plus e o HB20S, sendo o primeiro da Chevrolet e o segundo da Hyundai.

O Virtus está disponível em até 4 modelos que variam em potência de motor e câmbio, sendo que a maioria apresenta câmbio automático de 6 marchas.

O Virtus TSI turbo 1.0 conta com 128 cavalos de potência, 20,39 kg de torque e velocidade máxima de 194 km/h.

Além de ser espaçoso, esse modelo também é um dos sedans econômicos do segmento, fazendo 11,9 km/l na cidade e 13,8 km/l na estrada com gasolina, e 8,2 km/l na cidade e 9,5 km/l na rodovia quando abastecido com etanol.

Seu bagageiro e de 521 litros.

Atualmente o valor do carro varia de R$ 90 mil a R$149 mil dependendo da versão escolhida.

5. Chevrolet Cobalt, o maior porta-malas da categoria

O Cobalt iniciou suas vendas no Brasil em 2011 e, em 2020, já findou as vendas. Contudo, em seus 9 anos de estrada ficou conhecido como um dos sedãs mais espaçosos da categoria.

É possível encontrar versões com motorização 1.4 e 1.8, sendo que a 1.4 tem uma potência de 106 cavalos e 13,9 kg de torque. Já a segunda versão, de motor 1.8, tem 111 cavalos de potência e 17,7 kg de torque.

O Cobalt vem com câmbio automático, um bagageiro que esbanja espaço em seus 563 litros e se porta com um consumo moderado.

Dessa forma, na cidade ele faz 8,5 km/l e, na estrada, 10,4 km/l com etanol. Quando abastecido com gasolina, faz 12,5 km/l na cidade e 15,1 km/l na estrada.

É possível encontrar esse modelo no mercado a partir de R$ 70 mil.

6. Renault Logan

O Renault Logan é um dos carros que entra na nossa lista de sedans mais econômicos, principalmente por seu modelo motor 1.0 aspirado, flex.

Esse modelo é uma das referências para as famílias que buscam bastante espaço interno e economia na compra e manutenção.

Dessa forma, o Renault Logan vem com um motor 1.0 flex, com 79 cavalos de potência e 10,2 kg de torque quando abastecido com gasolina e 82 cavalos e 10,5kg de torque no etanol. Seu bagageiro de 510 litros acompanha o tamanho do carro e supre bem as necessidades.

Ademais, seu consumo de combustível na gasolina fica em 14 km/l na cidade e 14,9 km/l na estrada. Já abastecido com etanol, o Renault Logan consegue performar 9,4 km/l na cidade e 10,2 km/l na rodovia.

Esse sedã vem com câmbio manual de 5 marchas e seu preço de mercado está a partir de R$ 88 mil reais.

7. Volkswagen Voyage

O Volkswagen Voyage é, provavelmente, um dos primeiros carros que a maioria das pessoas lembra quando falamos em sedans.

E, embora já esteja “antigo”, o modelo 2019 conferiu uma sobrevida ao Voyage, oferecendo aos motoristas mais uma opção de sedan econômico.

Esse modelo é um dos melhores de entrada, principalmente para aqueles que querem ou podem investir pouco, mas precisam de um pouco mais de espaço.

Dessa forma, o Voyage vem com motor 1.0 flex, com até 84 cavalos de potência, e 10,4 kg de torque. Conta, também, com um câmbio manual de cinco marchas e direção hidráulica.

Seu porta-malas é de 480 litros, uma média interessante para um sedã.

Quando abastecido com etanol, seu consumo é de 10,7 km/l na estrada e 8,9 km/l na cidade. Com abastecimento de gasolina, na estrada ele faz 15,3 km/l e, na cidade, 13,1 km/l.

O Volkswagen Voyage ainda é um dos melhores sedãs compactos do Brasil e seu preço de venda parte de R$ 52 mil.

8. Chevrolet Prisma

O Prisma, com certeza, é um dos sedans mais econômicos do Brasil, principalmente em sua versão Joy 1.0 2019.

Nesse modelo, além do preço de venda ser barato, os aparatos são interessantes e o carro tem um consumo bastante econômico.

Para evidenciar um pouco melhor as características, o Chevrolet Prisma Joy 1.0 conta com 80 cavalos de potência e 9,2 kg de torque.

Seu consumo no álcool é de 8,7 km/l na cidade e 10,9 km/l na rodovia. Já na gasolina esses valores vão para 12,9 km/l na cidade e 15,6 km/l na rodovia.

Ademais, esse modelo conta com um bom espaço interno, espaço para instalação de rádio e um porta-malas de 500 litros, que acompanha bem o sedã.

O preço de venda parte de R$ 55 mil.

9. Nissan Versa

O Nissan Versa é um dos modelos de sedans mais econômicos e que agradam aos donos pelo amplo espaço interno que é disponibilizado pela marca.

O Versa está disponível em vários modelos que variam sua motorização, no mais econômico, o modelo 1.0 flex, contamos com 77 cavalos de potência, 10 kg de torque e um câmbio manual de cinco marchas.

O bagageiro tem 460 litros, o que é bastante vantajoso para um modelo sedã.

No que tange ao consumo de combustível do Nissan Versa, podemos perceber um gasto de álcool de 8,8 km/l na cidade e 10,5 km/l na estrada, quando abastecido com gasolina os valores variam para 12,9 km/l em perímetro urbano e 15,3 km/l na rodovia.

É possível encontrar modelos do Nissan Versa 1.0 a partir de R$ 73 mil no mercado, sendo que os usados mais antigos, como de 2018, podem estar com condições mais interessantes.

10. Hyundai HB20S

O Hyundai HB20S entra na nossa lista de sedans mais econômicos exatamente por ser concorrente direto do Onix Plus e do Virtus.

No entanto, esse é um dos carros que também contam com um modelo hatch que fez sucesso e expandiu os horizontes de vendas para os sedãs.

No modelo 1.0 Vision flex 2022, o Hyundai HB20S conta com um motor 1.0 aspirado de 80 cavalos de potência no etanol e 75 na gasolina, e 10,2 kg de torque no álcool e 9,4 kg na gasolina.

Além disso, seu câmbio é manual com 5 marchas e seu bagageiro vem com 475 litros.

O consumo de combustível é de 9,5 km/l na cidade e 10,6 km/l na estrada quando abastecido com etanol, e de 12,8 km/l na cidade e 14,7 km/l na rodovia quando utiliza gasolina.

O valor de mercado está a partir de R$ 78 mil.

11. Chevrolet Onix Plus

O Chevrolet Onix Plus é a versão sedã de um dos hatchs mais vendidos no Brasil e também entra na nossa lista dos sedãs mais econômicos.

No entanto, para aqueles que buscam um modelo para realmente economizar, o carro ideal é o Chevrolet Onix Plus LT Flex, a versão de entrada.

Com essa versão, o consumidor tem acesso a um motor 1.0 aspirado flex, com 82 cavalos de potência e 10,6 kg de torque, câmbio manual de 6 marchas e bagageiro de 469 litros, uma capacidade média no segmento dos sedãs compactos.

Embora não ofereça muitos itens de conforto, o Chevrolet Onix Plus abastecido com gasolina tem uma experiência de consumo de 17,7 km/l na estrada e 14,3 km/l na cidade. Já no etanol, são 11,3 km/l na rodovia e 10,1 km/l no perímetro urbano.

O preço do Chevrolet Onix Plus LT parte de R$ 80 mil.

Alguns modelos híbridos

Embora a maioria dos modelos tratados acima seja movida a gasolina ou etanol, no Brasil já temos disponíveis alguns modelos híbridos que se encaixam como econômicos, com uma alta eficiência energética comprovada pelo Inmetro.

Embora sejam carros com valores de compra mais altos, seus motores elétricos contribuem não apenas para o meio ambiente, mas também para a composição sedãs + economia de combustível.

Dessa forma, os 4 principais carros são:

  • Toyota Corolla Altis Hybrid: a partir de R$ 186 mil;
  • Toyota Camry: a partir de R$ 331 mil;
  • BMW 330e M Sport 2.0: a partir de R$ 378 mil;
  • Volvo S90: a partir de R$ 379 mil.

Gostou de conhecer os carros sedãs mais econômicos do Brasil?

Adquirir o seu próprio carro envolve diversos parâmetros para escolha.

Para o brasileiro que pretende investir no carro como um meio de trabalho ou para passear com a família, quanto melhor conhecer os veículos do segmento, melhor.

Portanto, agora tendo em mente quais são os sedans mais econômicos do Brasil com base em dados confiáveis, você poderá fazer sua escolha da maneira mais tranquila e segura possível, pensando no consumo, valor de compra e outras características que podem atender às suas necessidades.

Esperamos que esse conteúdo tenha ajudado você!

Se ficou com alguma dúvida, deixe um comentário abaixo ou envie um e-mail para a nossa equipe.

Leia mais sobre assuntos relacionados aqui no Review Auto, compartilhe essas informações com seus amigos nas redes sociais dirija com cuidado. Até a próxima!